Esporte

Rogério Ceni chega ao Cruzeiro: ‘É um presente estar aqui’

Em sua apresentação ao Cruzeiro, nesta terça-feira, o técnico Rogério Ceni exaltou a história do clube em vários momentos e destacou que só decidiu deixar o comando do Fortaleza pelo desafio de conquistar títulos importantes na Toca da Raposa II. Uma de suas ambições é vencer a Copa do Brasil deste ano. Apesar de o time celeste ter perdido para o Internacional por 1 a 0 no jogo de ida da semifinal, no Mineirão, o treinador vê totais condições de reverter o quadro em 4 de setembro, em Porto Alegre.

Rogério Ceni foi apresentado ao Cruzeiro hoje (Foto: Alexandre Guzanshe/EM/D. A Press)

Indagado se seria obra do destino dirigir o Cruzeiro numa reta final de Copa do Brasil, título que ainda lhe falta no currículo, Ceni preferiu o pragmatismo. “É um presente poder estar aqui. O destino a gente só vai poder confirmar mais à frente. É um destino duro de conseguir, uma meta como essa. Com todo o favoritismo (do Inter), não acredito que os jogadores (do Cruzeiro) não tenham na cabeça de que é possível reverter. Vamos tentar agregar o máximo de informações aos jogadores nessas três semanas”.

“Espero que a gente consiga crescer dentro do campo para quando chegar nesse jogo contra o Inter ser um adversário que possa buscar esse gol para no mínimo levar às penalidades máximas. O adversário pode ser o favorito, mas o Cruzeiro sempre tem chances de vencer”, acrescentou.

Técnico já foi para o campo fazer os primeiros trabalhos com o elenco (Foto: Hoje em Dia)

Multicampeão como goleiro pelo São Paulo, Rogério Ceni jamais conquistou o título da Copa do Brasil. Segundo ele, pesou muito em sua decisão de acertar com o Cruzeiro a chance de erguer esse troféu ainda este ano. 

“É um momento mágico na carreira de qualquer pessoa poder chegar a um clube como o Cruzeiro. Um clube deste tamanho, atual bicampeão da Copa do Brasil. Temos ainda um jogo de Copa do Brasil. Claro que tem dificuldades, contra o Internacional, em Porto Alegre, favoritismo do Inter pelo resultado obtido no primeiro jogo. Mas talvez tenha sido um dos grandes fatos que moveu minha vinda até aqui. Não se joga fora uma oportunidade de ser campeão quando se trata do Cruzeiro”, disse.

Exaltação ao Cruzeiro

Durante os 30 minutos de entrevista, chamou a atenção o discurso de exaltação do clube feito por Rogério Ceni. Ele até brincou com o fato de o Cruzeiro ter lhe tirado a chance de conquistar alguns troféus ao longo dos seus 25 anos de carreira dentro de campo.

“É uma honra, orgulho muito grande. É um clube que enfrentei muitas vezes, me tirou títulos aqui (risos). Espero que a gente possa corresponder à expectativa”, discursou. (Fonte: O Estado de Minas).

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas