Entretenimento

ESPN manda embora vice-presidente, Juca Kfouri e mais move

A alta cúpula da ESPN tomou uma atitude inesperada na manhã da última quarta-feira (14), com o anúncio da demissão de nomes importantes da sua equipe. João Palomino, vice-presidente de jornalismo e produção do canal no Brasil e o comentarista Juca Kfouri, um dos mais prestigiados do país, foram mandados embora.

Juca Kfouri foi demitido da ESPN (Imagem: Reprodução / ESPN)

Além da dupla, mais comentaristas foram demitidos: Arnaldo Ribeiro, Claudio Arreguy, Eduardo Tironi, Maurício Barros e Rafael Oliveira tiveram os seus contratos rescindidos.

Além dos comentaristas, o apresentador João Canalha, a gerente de produção Renata Netto, a diretora de arte Stela Spironelli e o editor-chefe do canal e do programa “Bola da Vez” Guilherme Graziano saíram da emissora. As informações são do UOL Esporte.

Juca Kfouri tinha vínculo com o canal até o dia 29 deste mês. A emissora não ofereceu uma renovação e optou pelo término do contrato. Por meio de uma nota oficial, o canal esportivo afirmou que atravessa um processo de transformação e adaptação.

As mudanças foram feitas visando a temporada 2020. “A ESPN vive um processo de transformação e adaptação para atender aos fãs, acionistas e clientes de esportes em meio às constantes mudanças no consumo de conteúdo. A reformulação faz parte do planejamento da emissora para o próximo ano que seguirá apostando no conteúdo ao vivo e nos direitos esportivos de futebol, tais como Premier League e La Liga, além das ligas norte-americanas como a NFL, NBA, MLB, NHL entre outras”, declarou.

Cade vai investigar contratos de Globo, Fox, Turner e ESPN

Globo, Fox, Turner e ESPN entraram na mira do Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica). Um inquérito foi instalado para investigar se existem infrações à ordem econômica nas relações dos canais esportivos com as operadoras da TV por assinatura.

As investigações começaram em março de 2019 dando continuidade à outra investigação feita pelo Conselho Administrativo relacionado aos acordos de contratos com os clubes para o Campeonato Brasileiro.

A apuração feita anteriormente foi arquivada, porque concluíram que o canal carioca não tratou de forma diferenciada os clubes durante as negociações. As informações são do UOL Esporte.

Em nota técnica, o Cade afirmou que foram consideradas “potenciais restrições” em relação aos contratos e por isso foi instaurado um novo inquérito, desta vez envolvendo Globo e mais três grandes canais vinculadas ao mundo esportivo. (Fonte: Portal Terra).

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas