Polícia

Ônibus de excursão de BH tomba no Espírito Santo e quatro morrem

Um ônibus saindo de Belo Horizonte em direção ao Espírito Santo tombou, na tarde deste sábado, 2, no quilômetro 14 da Rodovia Gumercindo Moura Nunes (ES-164), entre os municípios de Cachoeiro do Itapemirim e Vargem Alta, no sul do estado. De acordo com o Corpo de Bombeiros do Espírito Santo quatro pessoas morreram, entre elas o motorista, uma criança de 2 anos e um menino de 9 anos. As crianças foram socorridas com vida, mas não resistiram aos ferimentos e morreram no Hospital Infantil de Cachoeiro do Itapemirim. Segundo a listagem da viagem, 55 pessoas estavam no veículo.

Ônibus saiu de BH e tombou no Espírito Santo: 4 morreram (Foto: Bombeiros / Divulgação)

O ônibus partiu do Terminal Turístico JK, no bairro Barro Preto, em Belo Horizonte. O destino da excursão era a praia de Itaoca, na cidade de Itapemirim.

Treze crianças estão sendo atendidas no Hospital Infantil de Cachoeiro do Itapemirim. Uma delas está UTI, em estado grave; as outras 12 estão na enfermaria.

Quatro pessoas adultas estão em cirurgia na Santa Casa de Misericórdia da cidade. A instituição não informou a natureza das cirurgias e se os pacientes correm risco de vida. Outros 28 adultos estão na enfermaria.

“Todas as vítimas já foram retiradas do local, inclusive as que vieram a óbito. No então, nós não sabemos ao certo o número de pessoas que foram socorridas ainda porque elas foram levadas também por ambulâncias de prefeituras vizinhas e por carros particulares”, disse o tenente-coronel Wagner Borges, responsável pela comunicação do Corpo de Bombeiros Militar do Espírito Santo.

Ainda não há um levantamento do número total de feridos pois eles foram socorridos por ambulâncias das prefeituras da região, por carros particulares e também pelo Corpo de Bombeiros.

As vítimas foram levadas para três hospitais: Hospital Santa Casa de Misericórdia de Cachoeiro do Itapimirim; Hospital Infantil de Cachoeiro do Itapemirim; e Hospital da Unimed.

Segundo a PM, o condutor perdeu o controle do veículo, chocou-se contra várias árvores, tombando na via e obstruindo os dois sentidos da rodovia estadual. O local é conhecido como “Curva da Morte”.  Um dos sentidos da ES-164 já foi liberado.

A reportagem entrou em contato com o representante da empresa de turismo responsável pelo ônibus. Inicialmente, o homem atendeu a ligação e disse que estava na estrada, a caminho do local do acidente. Em seguida, a ligação caiu e o homem não atendeu as tentativas seguintes. 

O representante da empresa de turismo não respondeu aos questionamentos da reportagem, limitando-se a enviar a licença para a viagem expedida pela Agência Nacional de Transporte Terrestre (ANTT).

De acordo com o documento, o ônibus sairia as 21h de sexta-feira, 1º de outubro, e chegaria a cidade de Itapemirim às 7h da manhã.  A Polícia Militar do Espírito Santo informou que foi acionada “antes das 13h”, o que contradiz o documento enviado pelo representante da empresa, já que a viagem deveria ter terminado seis horas antes.

No documento estão cadastrados dois motoristas. Um deles é o representante da empresa, que, como mencionado acima, não estava no ônibus no momento do acidente.

A perícia da Polícia Civil foi acionada. Os corpos das duas vítimas que morreram no local do acidente foram encaminhados ao Serviço Médico Legal de Cachoeiro do Itapemirim. (Informações do Jornal O Tempo).

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas