Política

Feira: Carlos Geilson pode retornar ao grupo de Ronaldo e ser o candidato a prefeito

Segundo noticia publicada no site Rota da In formação nesta quinta-feira (14), o ex-deputado Carlos Geilson estaria retornando ao grupo do ex-prefeito Zé Ronaldo. Segundo a matéria, “este foi o assunto mais debatido nos últimos dias nas redes sociais e nos boateiros de plantão” na cidade de Feira de Santana, a maior do interior da Bahia.

Ronaldo sempre teve bom entendimento com Geilson, apesar de tudo parecer especulação

O assunto teria ganho força após a matéria veiculada no site, dando conta de um encontro do ex-deputado Carlos Geilson com cinco vereadores da base governista. Na oportunidade, o próprio Geilson confirmou que não se tratava de um rompimento dos vereadores com o grupo ronaldista e revelou que mantinha bom relacionamento o ex-prefeito José Ronaldo.

Logo após, vereadores entoaram discursos na Câmara Municipal, que apontavam para um possível retorno de Geilson, principalmente porque foi puxado pelo presidente da Casa, vereador José Carneiro, além do líder do governo, Marcos Lima, e do puro sangue Lulinha.

Durante a semana, a central de boatos disparou mais uma que fortalece cada vez mais esse encontro de Geilson com os vereadores e explica o porquê dos discursos deles. A informação é que já está tudo certo, Geilson permanece na Corregedoria Geral do Estado até o limite e retorna ao grupo ronaldista para ser candidato a prefeito, compondo chapa com Justiniano França.

Mudança de rumo

Diante dessa informação, o vereador Pablo teria ficado magoado, pois havia um acordo que ele seria o vice do atual prefeito Colbert Martins, mas, como as últimas pesquisas apontaram negativamente para o nome do alcaide, o vereador licenciado se reuniu com outros colegas para pedir a Carlos Geilson que interviesse em favor de Pablo como vice.

Pela especulação, Colbert desistiria em favor de Geilson para pacificar o grupo de Ronaldo

Com os números das pesquisas apontando baixo rendimento e um aumento assustador da rejeição a uma candidatura natural de Colbert Martins, o líder Zé Ronaldo buscou uma alternativa que unisse o grupo. Foi aí que surgiu o nome do ex-deputado federal Fernando de Fabinho, mas como a ideia não prosperou, o nome de Carlos Geilson foi mantido.

Aliado a isso, analistas de plantão avaliam que o nome de Carlos Geilson transita tanto na situação quanto na oposição, reunindo condições para unificar o grupo, inclusive contando com o deputado Targino Machado, que também almeja uma candidatura. Estariam nesta aliança Zé Ronaldo, Colbert, Fernando Torres, Carlos Geilson, Targino Machado, Humberto Cedraz, além de uma bancada de 18 vereadores.

Nesta arrumação, o prefeito Colbert Martins apoiaria o grupo, mantendo a união, enquanto se prepararia para enfrentar uma disputa para deputado federal em 2022, com José Ronaldo disputando o Senado. Mas, tudo isso sem nenhuma confirmação. Só especulação.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas