Cultura

Riachão: Evandro Matos lança o Almanaque do Sertão, ed. 2020

O jornalista Evandro Matos lança nesta sexta-feira (24) a edição número 2, Ano 2020, do Almanaque do Sertão. O evento acontece a partir das 19h, na sede do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Riachão do Jacuípe, bairro da Caixa D’água. O lançamento contará com a participação da dupla de violeiros Nadinho & Maracujá, além do convidado especial, o cantador Deni Santana.

Foto da capa do Almanaque do Sertão 2020 (Imagem: João Cardoso)

Com 106 páginas, o Almanaque do Sertão tem editoração e impressão  da Empresa Gráfica da Bahia-EGBA e selo da Biblioteca Nacional. Segundo o autor, o almanaque vem suprir a ausência de um segmento que já teve muita procura no passado, mas que ainda tem grande utilidade para as pessoas.

“Todos precisam se informar sobre o tempo, as possibilidades de chuva e seca, notadamente na região Nordeste, que é foco do almanaque. Além disso, os problemas do aquecimento global, os efeitos do clima, dos fenômenos da natureza como El Niño, as fases da lua e estações do ano, e dicas sobre sinais de chuva, remédios caseiros e outras informações sobre a cultura popular”.

Antigos almanaques de farmácia ganham matéria especial na edição 2020

Com quase mil exemplares, a edição de 2020 também traz matérias sobre a chegada do homem à Lua 50 anos depois, o incêndio da Biblioteca Nacional e o meteorito de Bendegó, além de uma matéria especial sobre a história dos almanaques de farmácia, que tanto sucesso fizeram no passado.

O almanaque também traz textos do jornalista Evandro Matos, autor do Almanaque do Sertão, e outro de Edemilton Carneiro Guimarães (Miltinho) sobre as inquietações da humanidade, as migrações dos povos que fogem da fome, seca e ditaduras políticas e religiosas.

To Top
%d blogueiros gostam disto: