Economia

Boi gordo tem forte alta em Mato Grosso; arroba chega a R$ 275

O mercado físico do boi gordo iniciou a semana ainda apresentando firmeza em seus preços. O ambiente de negócios ainda sugere por moderada alta no curto prazo, em linha com a posição das escalas de abate, ainda posicionadas entre três e quatro dias úteis.

O mercado do boi gordo iniciou a semana ainda apresentando firmeza em seus preços.

A oferta de animais terminados no geral é restrita, cenário que não deve sofrer grandes alterações até meados de março, quando deve acontecer uma maior entrada de animais de safra no mercado.

A demanda doméstica segue como um importante limitador de movimentos mais agressivos de alta, em linha com a descapitalização do consumidor médio, com as voltas com despesas usuais ao início do ano, como IPTU, IPVA e a compra de material escolar.

Em São Paulo, capital, a referência para a arroba do boi ficou a R$ 290, contra R$ 288 a arroba sexta-feira. Em Goiânia (GO), a arroba teve preço de R$ 280, estável. Em Dourados (MS), a arroba passou de R$ 277 para R$ 278. Em Cuiabá (MT), a arroba ficou indicada em R$ 275, ante R$ 268 anteriormente. Em Uberaba, Minas Gerais, preços a R$ 285, estáveis.

Atacado

O mercado atacadista inicia a semana apresentando preços firmes. A dinâmica de mercado tende a mudar no decorrer da segunda quinzena do mês, com uma reposição mais lenta entre atacado e varejo. Além disso, o consumidor médio permanece descapitalizado, optando por proteínas que causem um menor impacto na renda média.

O corte traseiro foi precificado a R$ 20,80, por quilo. Ponta de agulha segue no patamar de R$ 15,50, por quilo. Corte dianteiro também foi cotado a R$ 15,50, por quilo. (Informações do Canal Rural).

To Top
%d blogueiros gostam disto: