Polícia

Suspeitos de assassinar casal em Pé de Serra são apresentados na Delegacia da Polícia Civil de RJ

Dois elementos suspeitos de participação no assassinato do casal Giovani e Letícia foram apresentados neste sábado (23) na Delegacia da Policia Civil de Riachão do Jacuípe, no bairro da Bela Vista. O casal foi assassinado com requintes e crueldade, inclusive na presença de um bebê de nove meses.

Os corpos do casal foram encontrados na última quarta-feira (20) no povoado de Santo Agostinho, em Pé de Serra. Letícia Santos foi encontrada enforcada dentro de casa e praticamente sem roupas, enquanto Giovani foi encontrado no mato, afastado da casa. Devido ao estado, os corpos foram sepultados no mesmo dia que foram encontrados, mas há suspeita de os crimes terem acontecido na segunda-feira (18) à noite.

Os elementos foram conduzidos do Povoado de Santo Agostinho, em Pé de Serra, numa viatura da Policia Militar. Segundo informações, um irmão de Letícia, conhecido por Chameguinho, após saber de algumas pistas, foi até a casa da mãe de um dos suspeitos, de prenome Dedé, e lhe abordou. Após ser pressionado, Dedé teria confessado a participação no crime juntamente com outro amigo.

Dedé na Delegacia de Riachão, teria confessado participação no crime a um irmão da vítima

O outro suspeito apontado por Dedé de ter participação nos crimes, que também é da região de Santo Agostinho, havia retornado de São Paulo há pouco tempo para morar no povoado.

Comunicar à Policia

Após tomar conhecimento do envolvimento dos suspeitos, o pai da jovem assassinada se deslocou imediatamente para Pé de Serra, por volta do meio dia deste sábado, para comunicar o fato à Polícia.

O ‘parceiro’ de Dedé, não identificado, retornou recentemente de São Paulo

Ainda segundo as informações, quando a viatura de Policia Militar chegou, a população já ameaçava Dedé, que foi levado junto com o seu comparsa para prestar depoimento na Delegacia da Policia Civil em Riachão do Jacuípe.

A Policia aguarda o resultado da perícia para confirmar a autoria dos crimes e a forma como eles aconteceram. Há suspeita da participação de um terceiro, que seria o mandante. Especulações dão conta de que a jovem poderia estar se envolvendo com um homem, e o mesmo, por ciúme, poderia ter tomado a decisão de ‘eliminar’ o casal.  

Ainda de acordo com as informações, Dedé, que mora em Santo Agostinho, já teve participação em outros dois homicídios.

Atualização às 22h50

Segundo informações, após serem ouvidos os dois elementos foram liberados. A Policia não deu mais detalhes sobre o caso.

To Top
%d blogueiros gostam disto: