Saúde

Riachão: Prefeitura divulga novo decreto com regras mais rígidas para combater avanço da Covid

Um novo decreto será divulgado nesta quarta-feira, 27, com regras mais rígidas relacionadas ao combate à Covid-19 em Riachão do Jacuípe. Após reunião do Comitê de Gestão de Crise com representantes da sociedade civil organizada e a Polícia Militar foram definidas medidas para conter o avanço do vírus no município.

A partir da publicação do decreto as normas já passam a valer e a fiscalização estará nas ruas para orientar e exigir o cumprimento, com o apoio da Polícia Militar.

Dentre as ações que foram definidas está o horário de funcionamento de bares e restaurantes, que terá atuação reduzida. De segunda a sábado podem funcionar das 8h às 20h. Nos domingos e feriados das 8h às 18h. Após esse limite de horário os estabelecimentos poderão funcionar no sistema de delivery. As regras de distanciamento e capacidade de lotação também serão exigidas.

Atividades esportivas de prática coletiva e o funcionamento de clubes sociais e recreativos estarão suspensos. As academias de ginásticas e afins podem funcionar das 5h às 22h, respeitando as limitações de espaço e as normas sanitárias.

O comércio vai funcionar em horário normal, das 8h às 18h, de segunda a sábado. O cumprimento das normas sanitárias deverá ser intensificado pelos proprietários. O uso de máscara obrigatório para funcionários e clientes, além da disposição de álcool em gel 70°.

Riachão recebeu 360 doses da vacina para combater a Covid-19

O prefeito Carlos Matos explicou que o momento é critico em relação ao número de contaminação no município. “Estamos entre os municípios com mais casos ativos da Bahia. Pessoas estão internadas em estado grave. E aumentamos a quantidade de mortes por conta da Covid-19. Por isso é preciso ação do poder público neste momento”.

O representante da Polícia Militar, capitão PM Lyra, afirmou que a corporação será parceira da Prefeitura para fazer cumprir o decreto. “Vamos garantir que as normas sejam respeitadas”.

O secretário de Saúde, Antônio Walter, que também é o presidente do comitê, afirmou que essas medidas poderão ser reavaliadas a partir dos resultados nos próximos 15 dias.

Também estiveram presentes na reunião o vice-prefeito, Felipe Sales; os secretários municipais Jacivan dos Santos (Educação), Mauricio Carneiro (Administração, Planejamento e Finanças) e Alessandra Oliveira (Assistência Social); a procuradora geral do município, Analdina Carneiro; representantes da Igreja Católica, Igrejas Evangélicas, Câmara dos Dirigentes Lojistas, Associação dos Vendedores da Feira Livre, Centro Espirita e profissionais da saúde.

To Top
%d blogueiros gostam disto: