Política

Insatisfeito com neutralidade na eleição da Câmara, Maia deixará o DEM e pode criar novo partido

Depois de desmoralizado por seu partido, Rodrigo Maia comunicou a integrantes do DEM que não tem mais o que fazer ali.

Maia deixará partido após anúncio de neutralidade na eleição da Câmara

Seu destino ainda é incerto, mas está entre o Cidadania e o PSDB e, se possível, um novo partido, que reúna todos aqueles de centro que não querem seguir com Bolsonaro em 2022. A amigos, Maia disse que a decisão estava tomada e “não é coisa de quem está de cabeça quente”.

Maia avalia que o DEM não descarta seguir com Jair Bolsonaro em 2022, caminho que nem Maia, nem seus aliados mais próximos desejam seguir. Ele ainda não escolheu se irá para o Cidadania ou o PSDB, esta ordem. Ele é amigo de Luciano Huck há mais de 20 anos. A perspectiva é ade que, juntos, comecem a construir algo novo rumo a 2022.

O problema de uma nova legenda é tempo. Criar uma nova agremiação dá trabalho, exige coleta de assinaturas. Nem Bolsonaro, com todo a visibilidade conseguiu empreender esse projeto.

A ideia há alguns meses era fundir o DEM com outras agremiações e acomodar Luciano Huck como potencial candidato. Agora, diante do apoio do DEM a Arthur Lira, a leitura é a de que ACM Neto escancarou as portas para um futuro ao lado de Jair Bolsonaro. Nesse quesito, avaliam os alguns, melhor seguir o o velho ditado: os incomodados que se retirem.(Fonte: Correio Braziliense).

To Top
%d blogueiros gostam disto: