Política

Lavagem de dinheiro: mãe de Geddel é condenada a 10 anos de prisão

Marluce Quadros Vieira Lima, mãe do ex-ministro Geddel Vieira Lima, foi condenada a pena de 10 anos de reclusão, em regime inicialmente fechado, pelo crime de lavagem de dinheiro – cometido oito vezes.

Geddel e a mãe Marluce Quadros Vieira Lima

A sentença, do último dia 24 de janeiro, é do juiz federal Vallisney Oliveira e veio a público nesta quarta-feira (3). A defesa de Marluce já recorreu da decisão. No despacho, o juiz afirma que a matriarca do clã Vieira Lima “utilizando-se da qualidade de ser uma senhora idosa, usou durante longo período o seu próprio lar para esconder e gerir elevada quantia em dinheiro e atuou, pelo menos desde 2011 até 2017, como principal agente e gerente dos filhos na formalização dos negócios, a fim de não levantar suspeitas dos delitos”.

Vallisney também lembra os altos valores apreendidos no closet de Marluce, “mais de 6 milhões nos empreendimentos firmados e mais de 50 milhões de reais que foram apreendidos”. Segundo a denúncia do MPF, ela seria responsável por gerir, guardar e determinar a saída e a inserção, no mercado formal, dos recursos ilícitos captados pelos filhos.

O magistrado lembrou que os crimes cometidos por Marluce tinham o mesmo modus operandi: “os recursos ilícitos eram recebidos de diversas fontes”, em seguida, eram escondidos em seu closet/residência e, depois, eram formalizados contratos de investimentos por meio de pessoas jurídicas, “aportando-se os recursos, para que fossem lavados e inseridos regularmente na economia formal”. (Fonte: Veja).

To Top
%d blogueiros gostam disto: