História

Riachão: Plínio Enódio, ex-locutor da Rádio Jacuipe, morre em Salvador aos 82 anos

O ex-locutor de rádio e serviço de alto falante Plínio Enódio Mascarenhas morreu na madrugada desta quarta-feira (17), em Salvador, onde residia, aos 82 anos. Segundo informações de uma sobrinha, ele tinha problemas no coração e sofreu uma parada cardiorrespiratória.

Plinio estava com 82 anos e sofreu uma parada cardiorrespiratória

Plínio Enódio, como era mais conhecido, vivia em uma casa de repouso e era acompanhado 24 horas por uma enfermeira. A única filha dele, Mariana, morava próxima e também cuidava dele. Ela, inclusive, foi quem o levou para Salvador quando o mesmo começou a apresentar os primeiros problemas de saúde aqui em Riachão do Jacuípe, onde residia e mantinha o estúdio, na Rua J. J, Seabra, ao lado da Igreja Matriz.  

Precursor da comunicação

Plínio foi um dos precursores da comunicação no município de Riachão do Jacuípe, fundando o Serviço de Alto falante A Voz Jacuipense, que manteve no ar durante muitos anos, sempre no horário das 10 às 12h. Além de tocar música, informar notas de falecimento e hora certa, o meio de comunicação fez história no município, retransmitindo, inclusive, a Copa do Mundo de 1966.

Plínio estava residindo em Salvador sob os cuidados da filha Mariana

Na década de 1980, os jovens banebianos Valfredo Matos (depois prefeito de Riachão) e José Raimundo (depois repórter da Globo), que na época organizavam campeonatos no município, também fizeram uma resenha esportiva no Serviço de alto falante de Plínio.

Quando a Rádio Jacuípe foi ao ar oficialmente, em 1987, Plínio Enódio foi um dos seus primeiros locutores, fazendo um programa musical no horário da tarde. Com voz destacada, ao seu modo, ele passava uma mensagem especial para os ouvintes.

Plínio Enódio era filho de Manuel dos Santos Mascarenhas, o conhecido Dr. Neco, que por muitos anos militou como advogado, político e educador, sendo uma das figuras mais importantes da história de Riachão do Jacuípe.

Separado, Plínio deixa uma filha, Mariana Almeida Mascarenhas. O sepultamento aconteceu no jazigo da família Mascarenhas, cemitério de Riachão, por volta das 16h.

Rádio Jacuipe divulga nota de pesar

Com pesar, a direção da Rádio Jacuípe recebeu a notícia da morte do seu ex-locutor Plínio Enódio Mascarenhas. Nós todos estamos tristes, mas ao mesmo tempo orgulhosos por um dia sua voz tão marcante ter ocupado os nossos microfones.

Que descanse em paz!

A direção

To Top
%d blogueiros gostam disto: