Esporte

Sul-Americana: Entre os clubs brasileiros, Bahia e Ceará representam o Nordeste

A 38ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro aconteceu nesta quinta-feira (25) e definiu os seis representantes do Brasil na Copa Sul-Americana 2021. Athletico-PR, Corinthians, RB Bragantino, Ceará, Atlético-GO e Bahia disputarão o torneio internacional nesta temporada.

Bahia será um dos representantes do Nordeste na Copa Sul-Americana 2021

O Bahia será o único representante do estado na ‘Sula’ e, ao lado do Ceará, representará o Nordeste na competição.

Com novo formato para 2021, a Copa Sul-Americana será disputada em fases de grupos. Serão 32 equipes divididas em oito grupos com quatro times cada. Os líderes de cada grupo se classificam para as oitavas de final.

Seis clubes brasileiros disputam a competição internacional

A fase de grupos está prevista para começar no dia 20 de abril e se estenderá até o dia 27 de maio. O sorteio dos grupos acontecerá no dia 14 de abril.

Equipes participantes

Argentina e Brasil são os únicos países filiados a Conmebol que não precisarão passar pela primeira fase da Copa Sul-Americana e terão direito a seis representantes. Os demais associados terão direito a 4 vagas – que participarão da fase mata-mata inicial.

  • Argentina: Newell’s Old Boys, Talleres, Lanús, Rosário Central, Arsenal de Sarandí e Independiente;
  • Brasil: Athletico-PR, Corinthians, RB Bragantino, Ceará, Atlético-GO e Bahia;
  • Bolívia: Jorge Wilstermann, Guabirá, Nacional Potosí e Atlético Palmaflor;
  • Chile: Palestino, Antofagasta, Cobresal e Huachipato;
  • Colômbia: Deportes Tolima, La Equidad, Deportivo Pasto e Deportivo Cali;
  • Equador: Emelec, Guayaquil City, Macará e Aucas;
  • Paraguai: Nacional, Guaireña, 12 de Octubre e River Plate;
  • Peru: Carlos A. Mannucci, Sport Huancayo, Universidad Técnica Cajamarca e Melgar;
  • Venezuela: Puerto Cabello, Aragua, Metropolitanos e Mineros de Guayana

*Uruguai é o único país que ainda não têm seus representantes definido.

Premiação

A Conmebol anunciou, em janeiro, um aumento de 25% devido ao novo formato da competição. A entidade injetará US$ 11,8 milhões (cerca de R$ 64 milhões) na premiação total. O valor total a ser distribuído para todos os times agora é US$ 59 milhões (R$ 319 milhões).

  • Primeira fase: US$ 225 mil por jogo como mandante.
  • Fase de grupos: US$ 300 mil por jogo como mandante
  • Eliminados: US$ 120 mil (x8)
  • Oitavas de final: US$ 500 mil
  • Quartas de final: US$ 600 mil
  • Semifinal: US$ 800 mil
  • Vice-Campeão: US$ 2 milhões
  • Campeão: US$ 4 milhões
  • Valor total que um campeão pode receber (desde a fase de grupos): US$ 6,8 milhões (cerca de R$ 36 milhões)

Os representantes brasileiros na competição receberão US$ 900 mil (cerca de R$ 5 milhões na cotação atual).

To Top
%d blogueiros gostam disto: