História

Morre em SP Antônio Amaury Corrêa Araújo, o maior pesquisador do cangaço e Lampião

Morreu nesta sexta-feira (26), em São Paulo (SP), Antonio Amaury Corrêa de Araújo, 86 anos, considerado o maior pesquisador e um dos maiores escritores sobre a temática do Cangaço.

Amaury era constantemente convidado para falar sobre o cangaço

Paulista, Antônio Amaury, como era mais conhecido, foi um dos maiores pesquisadores da vida de Lampião e da história do cangaço, com mais de 60 anos de informações sobre o assunto, com muitas entrevistas (com pessoas da sociedade, do cangaço e das forças policiais da época e familiares remanescentes), além de ter diversos livros publicados sobre o tema.

Amaury residia em SP, mas adotou o Nordeste para suas pesquisas

Suas pesquisas minuciosas e imparciais fizeram dele um autêntico mestre, criterioso e honesto com suas fontes. Nos anos 70, tornou-se conhecido em todo o Brasil ao participar do “Programa 8 ou 800”, da TV Globo, respondendo sobre o assunto.

Antonio Amaury recebendo homenagem do Cariri Cangaço

Entre os livros publicados por Amaury estão “Assim morreu Lampião” (1982), que conta detalhadamente toda a trajetória da morte do cangaceiro Virgulino Ferreira da Silva; “Maria Bonita, a Mulher de Lampião”; “Lampião, as mulheres e o cangaço”. O último livro publicado pelo pesquisador foi “O Espinho do Quipá”, que lançou em 1997 ao lado de Vera Lúcia Ferreira, neta de Lampião e com quem tinha grande amizade.

“O Espinho de Quipá”, lançado por Amaury e Vera Ferreira

Antonio Amaury era uma figura de muito prestigio no meio do cangaço e serviu como fonte para muitos pesquisadores, estudantes e veículos de comunicação. Sua obra é um arquivo vivo, que terá muito valor no meio acadêmico, especialmente para os estudiosos da temática do cangaço.

Simples, mesmo residindo em São Paulo, Amaury era odontólogo, mas estava sempre presente em eventos sobre o cangaço organizados em Serra Talhada (PE), Poço Redondo (SE), Paulo Afonso e Salvador (BA). (Por Evandro Matos / Interior da Bahia).

To Top
%d blogueiros gostam disto: