Nordeste

AL: Homem parado em blitz apresenta CNH com fotos de Frei Damião e Padre Cícero

Um caso curioso aconteceu durante abordagem policial no município de Paulo Jacinto, no Sertão de Alagoas nessa quarta-feira (10). Um homem de 62 anos foi parado em uma blitz por policiais do Batalhão de Policiamento Rodoviário Estadual (BPRE) e apresentou uma carteira de habilitação com as fotos de padre Cícero e de frei Damião.

O idoso apresentou os documentos como verdadeiros (Foto: B. de Policiamento Rodoviário)

Cada uma de um dos lados do documento. O homem também apresentou uma nota fiscal da motocicleta que pilotava, mas que nunca chegou a ser emplacada.

A imitação da CNH traz o nome de padre Cícero com a categoria “religiosa”, validade “indeterminada” e o ano de nascimento de 1844. Já no verso, há a foto de frei Damião, com o ano de nascimento de 1898 e validade também “indeterminada”. Segundo a Polícia, o documento seria apenas uma lembrancinha de viagem. 

O comandante da guarnição, o coronel Liziario Junior, conta que o homem insistiu com os policiais que a imitação da CNH era válida e que adquirida em uma viagem ao município de Juazeiro do Norte (CE). Segundo o homem, o vendedor havia garantido que o documento era válido em todo território nacional.

“Ele disse que ‘um cidadão lá em uma banca que me vendeu disse que tinha validade em todo território nacional’. Um fato muito inusitado, chega a ser hilário. Nós conversamos com ele e ele ficou irritado, achando que nós é que estávamos com brincadeira”, ressaltou o coronel.

Homem também usou uma CNH com foto de Frei Damião

O agente disse ainda que os policiais tentarem explicar que ele havia sido enganado, mas o homem reforçou que o documento era verdadeiro e teria validade no Brasil inteiro. “A gente, vendo a situação de vulnerabilidade que ele se encontrava, ainda mais com uma criança, levamos os mesmos para sua residência em um povoado”, explicou o comandante de Alagoas.

Outras infrações

O homem levava também uma criança na garupa, ambos sem capacete. O veículo estava sem condições de uso, não tinha retrovisor e outros itens obrigatórios, segundo a Polícia.

A moto só não foi apreendida porque a Polícia não tinha o equipamento disponível no momento, mas houve a orientação de, caso haja a utilização novamente do veículo, haveria a apreensão. (Fonte: jornal O Povo).

To Top
%d blogueiros gostam disto: