Nordeste

Pastores realizam ato simbólico em Petrolina em protesto contra quarentena mais rígida

Vários pastores evangélicos se juntaram na manhã desta segunda-feira (22), no Centro de Petrolina, para a realização de atos simbólicos em protesto contra o decreto estadual em vigor. A União de Pastores Evangélicos de Petrolina (UPEPE) decidiu se unir aos comerciantes e pedir soluções.

A manifestação começou às 8h30 com oração em frente às lojas e mensagens de intercessão pelo fim da pandemia de Covid-19 e pela sobrevivência do comércio. Às 9h todos se ajoelharam na Avenida Souza Filho e oraram por cura de todas as pessoas acometidas pela doença e pelas consequências dela.

Segundo os evangélicos, os protestos que tomaram as ruas na última quinta (18) e sexta-feira em Petrolina terão continuidade na próxima semana. A decisão foi tomada pelos comerciantes da cidade e apoiada por boa parte dos pastores evangélicos.

De acordo com presidente da UPEPE, Natal Hudson, “o comércio é vida e a igreja é cura. Se não houver emprego, as pessoas ficam miseráveis e se não houver oração, as pessoas ficam doentes”, declarou. (Fonte: Carlos Brito).

To Top
%d blogueiros gostam disto: