História

Família desenterra corpo de criança após ‘visão’ de pastor em Itaetê

Uma criança de um ano e dez meses foi desenterrada horas depois do sepultamento em Itaetê, na Chapada Diamantina, nesta quinta-feira (25). O caso ocorreu no povoado de Colônia, no interior do município. Segundo o Jornal da Chapada, os pais da criança contaram que um pastor, da igreja que frequentam, ligou para eles, afirmando que tinha tido “uma visão” de que a criança ainda estava viva.

Uma criança de um ano e dez meses foi desenterrada horas depois do sepultamento em Itaetê,

Os pais correram até o cemitério, tiraram o corpo do local e procuraram de novo o Hospital Municipal de Itaetê, que atestou novamente o óbito. Mesmo caso teria ocorrido nos hospitais das cidades de Mucugê e Iaçu, que também afirmaram que a criança não tinha sinais vitais. O pai delas, Gerson Nevis dos Santos, acredita que a filha estava viva e morreu por falta de atendimento.

Prefeitura

Em nota desta sexta-feira (26), a prefeitura voltou a dizer que a criança tinha falecido após tentativas de reanimação feitas na unidade de saúde.

“Pela ficha de atendimento, a criança chegou a unidade hospitalar sem sinais vitais, sendo assistida prontamente pela equipe que tentou incansavelmente reanimá-la por mais de 30 minutos seguindo as manobras de reanimação cardiopulmonar, infelizmente não respondendo aos procedimentos realizados, constatando assim o óbito da menor”, diz trecho da nota.

To Top
%d blogueiros gostam disto: