História

Alfredo Bosi morre vítima de Covid-19 aos 84 anos

Morreu nesta quarta-feira, 6, o intelectual brasileiro Alfredo Bosi vítima de Covid-19. Nascido em São Paulo em 1936 e de descendência italiana, Bosi era professor emérito da Universidade de São Paulo (USP), crítico literário e membro da Academia Brasileira de Letras desde 2003.

Crítico literário Alfredo Bosi (Foto: Divulgação)

Bosi é autor de obras como “O pré-modernismo (1966)”, “História concisa da literatura brasileira” (1970), “O conto brasileiro contemporâneo” (1975), “O ser e o tempo da poesia” (1977), “Céu, inferno” (1988), “Dialética da colonização” (1992), “Literatura e resistência” (2002), “Brás Cubas em três versões” (2006) e “Ideologia e contraideologia” (2010). Em 1993, venceu o Prêmio Jabuti de melhor obra de Ciências Humanas.

Considerado um dos maiores críticos literários do Brasil, Bosi também foi reconhecido por sua militância social, cultural, educacional e ambiental. O pesquisador foi casado com a psicóloga social, escritora e professora do Instituto de Psicologia da USP, Ecléa Bosi, com quem dois filhos.

To Top
%d blogueiros gostam disto: