Política

Tanquinho: Câmara abre CPI para apurar contratação de empresa fantasma feita pela prefeitura

Após denúncia feita pelo consultor jurídico João Neto, contra a Prefeitura de Tanquinho e a administração do Prefeito José Luiz (PT), ao Site BNews e na Rádio Rota News Web, sobre um suposto esquema fraudulento de contratação de empresa fantasma, que os vereadores Gevasio Antônio Macário da Silva (PP), Getúlio Oliveira de Santana (PP), Romualdo de Jesus Oliveira (MDB) e Roque Lucivaldo Ribeiro da Silva (PSD), apresentaram o requerimento solicitando a abertura de criação de uma espécie de CPI para investigar a denúncia.

Os edis invocaram o §2º, do art. 44 do Regimento Interno, bem como o inciso XVI, do art. 15 da Lei Municipal 155/90, para requerer a instauração de Comissão Especial Inquérito CEI.

O pedido foi acatado na sessão desta quinta-feira (9) na Câmara de Vereadores de Tanquinho para apurar as irregularidades na contratação da empresa QAMP do recepcionista Sillas, que trabalha em Salvador em uma empresa terceirizada.

Como o regimento interno da Câmara de Tanquinho reza que:  para ser criada a Comissão basta ter pedido de um terço (1/3) dos vereadores que compõem a Casa, o pedido é automaticamente aceito sem precisar ir ao plenário.

To Top
%d blogueiros gostam disto: