Educação

Riachão: Estudante de Barreiros faz 940 pontos na redação Enem

Adolescente do distrito de Barreiros, Riachão do Jacuípe, que conseguiu atingir 940 pontos em redação do Enem, afirma que o segredo é disciplina.

Alice Moraes Carneiro, 17 anos, sonha com Medicina

A adolescente Alice Moraes Carneiro é estudante do Colégio Estadual Dacilda Rios de Oliveira, no distrito de Barreiros, município de Riachão do Jacuípe, na Bacia do Jacuípe/BA. Alice tem 17 anos, mora com a mãe, foi mais uma entre muitos estudantes que aspiravam a chegada do Enem e foi surpreendida pela pandemia do novo coronavírus.

Em 2019, ela cursava o 2º ano do ensino médio e via com muita ansiedade o seu último ano no colegial chegar, mas não imaginava que aconteceria as intempéries que estamos vivendo até os dias atuais.

Ela conta que quando o ano letivo de 2020 iniciou suas expectativas eram muitas, pois aquele seria o ano de aprimorar conceitos chaves para obter bom desempenho no Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), principalmente na redação, já que é um importante fator para se sobressair nas notas de corte das universidades e no Sistema de Seleção Unificada (SISU). Ao ver a suspensão das aulas, ela conta que se viu sem um norte, já que não tinha poder aquisitivo para investir em cursinhos pré-vestibulares.

“Como a alternativa era me virar sozinha, ingressei na jornada. Eu escrevia uma redação por semana. Por seguir as orientações do professor Abimael Ferreira, que oferece cursinhos totalmente virtuais divulgados em seu perfil do Instagram, o professor lançou uma oportunidade, na qual o aluno que escrevesse melhores redações ingressaria no cursinho como bolsista. Escrevi e conquistei. A minha disciplina melhorou, pois a sua maior dica de aprimoramento era que a persistência nos traria a excelência. Ingressei no aprimoramento da escrita, antes do curso escrevia uma redação por semana e após o curso passei a escrever 3 semanais. No início do curso minha nota era de 500 e consegui chegar em 920”, destacou.

Sonha com Medicina

Alice almeja o curso de Medicina, mas tem consciência da jornada que tem ainda a percorrer, tem planos para já e não desistirá da rotina que desenvolveu por meio da sua disciplina de estudos, e é com esse pensamento que ela busca inspirar outros jovens. “Você pode ter o melhor professor, estudar com a melhor didática, mas você precisa abdicar de algumas coisas agora se almeja um futuro diferente”, disse ela.

Ela revelou ainda que não irá ficar parada. “Por enquanto, vou buscar pelo curso de Enfermagem, mas o meu foco é Medicina”, observa.

Alice deixou claro quanto é importante o apoio da família, pois sem ele tudo é mais difícil. Questionada sobre ter valido a pena, ela relatou: “Valeu, sim. Cada dia que me tranquei em casa, estudei, quebrei a cabeça, tentei e estou conseguindo perceber meu crescimento, tenho sonhos e quero vê-los concretizados, se não hoje, um dia com certeza. Sei que estou no caminho certo”.

A barreirense é uma adolescente entre milhares de estudantes que acreditam que somente o conhecimento é capaz de libertar o ser humano das garras da ignorância e que aqueles que buscam desbravar esses caminhos terão seus dias recompensados no progresso da humanidade, e porque não dizer, numa sociedade com mais justiça e equidade.

Por Darli Alves / estagiária da Rádio Jacuipe

To Top
%d blogueiros gostam disto: