Política

Mesmo investigado por ação na vacinação da Covid-19, prefeito faz live/show e contraria normas

O prefeito da cidade baiana de Gongoji, Adriano Mendonça (PSD), caiu na “gandaia” na última segunda-feira (12), no aniversário de 59 anos de emancipação política da cidade. O gestor promoveu uma “live artística”, com shows de Kauã Araújo, Marquinhos Queiroz, Nem Vaqueiro e Santiago, e não se fez de tímido. 

O prefeito da cidade baiana de Gongoji, Adriano Mendonça (PSD), caiu na “gandaia” na segunda-feira (12)

Sempre com um copo na mão, o gestor em um momento subiu ao palco e dançou ao lado do cantor e do vice-prefeito Dodô, do MDB. Na parte de baixo, diversas pessoas se divertiam, tomando cerveja e dançando.

Segundo o comunicado da própria prefeitura, a live teria começado às 19h. O evento contraria diversos decretos do governo estadual para conter o avanço do coronavírus na cidade, como a proibição de eventos e o toque de recolher.

Além dos desrespeitos aos decretos estaduais, a gestão de Adriano Mendonça é alvo do Ministério Público da Bahia por outro problema envolvendo a Covid-19. Conforme o MP, há denúncia de que parentes de autoridades municipais da cidade teriam se vacinado contra o coronavírus sem integrarem o grupo prioritário.

A denúncia foi recebida via e-mail pelo Centro de Apoio Operacional da Saúde (Cesau) do MP e encaminhada para a Promotoria de Justiça de Ubaitaba, da qual o município de Gongogi faz parte. (Fonte: Bocão news).

Assista:

To Top
%d blogueiros gostam disto: