Política

Cachoeira: Prefeita relata sofrer ameaças de morte; entidade do movimento negro sai em defesa

A prefeita de Cachoeira, cidade do recôncavo da Bahia, Eliana Gonzaga de Jesus (Republicanos), de 52 anos, denunciou ter recebido ameaças de morte desde que começou a campanha, que terminou com a eleição dela, em novembro do ano passado. Diversas entidades do movimento negro e do movimento social com histórica atuação na Bahia e no Brasil manifestaram repúdio e extrema preocupação com as ameaças à gestora, que foi a primeira mulher a ser eleita na cidade.

A prefeita Eliana Gonzaga de Jesus (Republicanos), de 52 anos, denunciou ter recebido ameaças de morte

Por causa das ameaças, Eliana de Jesus conta que já registrou dois boletins de ocorrência na delegacia de Cachoeira. Os casos são investigados, de acordo com a polícia da cidade.

“Consideramos um absurdo inaceitável que uma mulher negra democrática e legitimamente eleita, seja mais uma vez alvo da violência de grupos autoritários e violentos que não aceitam a vontade de povo expressa pelo voto. Repudiamos as ameaças de mortes, os ataques racistas e misóginos, conclamamos as autoridades competentes a apurarem e punirem os culpados. Não podemos permitir que o feminicídio político de mulheres negras que vitimou Marielle Franco se torne cotidiano no país”, diz um trecho da carta.

As entidades exigem à Secretaria de Segurança Pública do Estado da Bahia, Ministério Público Estadual, Defensoria Pública, poder legislativo estadual e municipal, engajamento na preservação da vida da prefeita, de sua Vice Cristina, e em defesa do pleno exercício da vontade democrática do combativo povo cachoeirano expresso nas urnas em 2020″. (Fonte: Bocao News).

To Top
%d blogueiros gostam disto: