Política

Repórter Driele Veiga da TV Aratu chamada de ‘idiota’ por Bolsonaro rebate: “Postura inadmissível”

Após ser chamada de “idiota” por Jair Bolsonaro nessa segunda-feira (26), a repórter Driele Veiga afirmou que a postura dele com os profissionais da imprensa é inadmissível.

O xingamento contra a jornalista da TV Aratu – emissora afiliada ao SBT na Bahia – após ele ser questionado sobre uma foto dele segurando um cartaz com a réplica aumentada de um CPF com a tarja de “cancelado” – o “CPF Cancelado” é uma gíria usadas por grupos de extermínio para comemorar assassinatos. O ataque contra a jornalista aconteceu durante coletiva de imprensa em Feira de Santana (BA).

“Essa postura é inadmissível para um presidente, a gente espera isso de qualquer outro entrevistado, menos de um presidente da república. Mas, como é um cenário que se repete, não me abalou tanto, já é uma atitude que se espera dele. Hoje, aconteceu comigo, mas poderia ter acontecido com qualquer outro jornalista”, disse. O relato foi publicado pelo Portal Uol.

“Eu sou resiliente e não me abalo com essas coisas. Sou mulher e vivo numa sociedade patriarcal, homens acham que podem nos tratar dessa forma. Além disso, o xingamento do presidente chega a ser elogio diante de tanta coisa que estamos passando com a forma que ele está governando na pandemia”, acrescentou.

To Top
%d blogueiros gostam disto: