Política

Bolsonaro lamenta morte de Paulo Gustavo por Covid e é criticado: ‘A culpa é sua’

Na madrugada desta quarta-feira (5), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) escreveu um recado lamentando a morte do ator e comediante Paulo Gustavo, que foi uma das 3.025 vítimas da Covid-19 nas últimas 24 horas. O ator, que tinha 42 anos, era casado com Thales Bretas e deixa dois filhos, os gêmeos Gael e Romeu, de um ano.

“Meus votos de pesar pelo passamento do ator e diretor Paulo Gustavo, que com seu talento e carisma conquistou o carinho de todo Brasil. Que Deus o receba com alegria e conforte o coração de seus familiares e amigos, bem como de todos aqueles vitimados nessa luta contra a Covid”, postou o gestor público.

Nos comentários, muitos usuários o acusou de ser o responsável pela partida do artista. “Você é o maior responsável pelo que aconteceu com o Paulo. Você é o maior responsável por esses 400 mil Paulos”, escreveu um em referência a marca que de óbitos que o Brasil ultrapassou. “Que Deus em sua infinita misericórdia consiga te perdoar, dificilmente nós aqui na Terra vamos”, postou outro.

“Precisou morrer uma pessoa que o Brasil inteiro ama para você demonstrar solidariedade às vítimas do vírus que você menosprezou e ajudou (e continua ajudando) a disseminar, não é seu vagabundo? Desce desse palanque que seu futuro é a cadeia, maneiro genocida, assassino!”, atacou mais uma. “Teu projeto segue de vento em popa. É a tua “imunidade de rebanho”, é o seu tratamento precoce, que custa a vida de pessoas brilhantes como o Paulo. Lava tua boca pra falar dele, seu verme”, disse outra.

A mensagem de Bolsonaro foi publicada quase duas horas após o recado deixado pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). “Recebi com muita tristeza a notícia da morte de Paulo Gustavo. A covid levou hoje mais um de nós. Um grande brasileiro, que brindou nosso país com tanta alegria. Descanse em paz. Seu talento jamais será esquecido”, escreveu o petista. (Fonte: Bahia Notícias).

To Top
%d blogueiros gostam disto: