Polícia

Aparece imagem do médico acusado de matar colega de Araci

A Polícia Civil de Feira de Santana prendeu na tarde desta sexta-feira (28), no Bairro Santa Mônica, o médico Geraldo Freitas de Carvalho Junior, acusado de ter matado com um tiro na nuca o amigo dele também médico Dr Andrade Santana Lopes, 32 anos, desaparecido na tarde da última segunda feira (24), na cidade de Feira de Santana.

Médico Geraldo Freitas de Carvalho Jr é acusado de ter matado o colega (Foto: Aldo Matos)

Dr Andrade saiu da cidade de Araci, onde morava e trabalhava, para encontrar o amigo e tratariam da transferência de propriedade de uma arma de fogo. Inicialmente a polícia tinha como linha de investigação a suposta compra de uma moto aquática, mas isso foi descartado.

A moto aquática teria sido a primeira pista (Foto: Aldo Matos/ Acorda Cidade)

Através de conversa via Whatzapp, Andrade havia marcado para almoçar com uma mulher, mas acabou adiando para jantar, pois iria almoçar com o amigo na marina do Rio Jacuípe. Por volta das 11:55, foi a última vez que Andrade se comunicou com a mulher, que, inclusive, já foi ouvida pela polícia.

Dr Andrade Santana, 32, estava desaparecido desde segunda feira, 24 (Foto: WhatsApp)

Assassino ajudou família da vitima

A queixa do desaparecimento foi prestada na delegacia no bairro Sobradinho pelo médico Geraldo Freitas de Carvalho Júnior, que se mostrou preocupado com o colega, demonstrando sentimento pelo sumiço dele. Após as primeiras investigações, a polícia logo percebeu que as informações do Geraldo não estavam corretas. Uma testemunha relatou a compra de uma âncora em uma loja de Feira de Santana, então os policiais já suspeitaram de medico Geraldo, pois a âncora foi encontrada amarrada ao corpo da vítima. A partir de então foi pedida a prisão preventiva do médico suspeito, que foi concedida pela Vara do Júri da Comarca de Feira de Santana.

Familiares do médico assassinado, no DPT (Foto: Página de Noticia)

O detalhe é que o médico Geraldo Freitas ficou todo o tempo dando apoio à família da vítima, confortando, hospedando em casa de amigos e dando carona em seu próprio carro.

Delegado: “Já sabemos quem levou o carro da vítima para Conceição do Jacuipe”

A motivação do crime ainda não foi esclarecida. Segundo o delegado Roberto Leal, as investigações irão continuar até para saber se o Dr. Geraldo agiu sozinho ou se tem participação de outra pessoa. “Porque já sabemos quem levou o carro da vítima para Conceição do Jacuipe”, disse Leal. A prisão é por trinta dias e o suspeito deve permanecer preso. (Fonte: Pagina de Notícias/ Carlos Valadares).

To Top
%d blogueiros gostam disto: