História

17 anos: PDT homenageia Brizola e indica candidatos do Rio e RS

Representantes do PDT promoveram, em São Borja (RS), homenagens a Leonel Brizola na data (21) que marca os 17 anos de falecimento do fundador e presidente de honra da sigla. Carlos Lupi, presidente nacional do partido, citou o legado brizolista como inspiração para as disputas dos governos do Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul.

Em São Borja (RS), presidente do partido citou o legado do fundador como referência nacional

No berço do trabalhismo, os pedetistas também exaltaram os ex-presidentes da República Getúlio Vargas e João Goulart (Jango), que são conterrâneos e estão enterrados no município. Entre os presentes, o ex-prefeito de Niterói (RJ), Rodrigo Neves, o presidente estadual da sigla, Ciro Simoni, os deputados federais Pompeo de Mattos e Afonso Motta, a deputada estadual Juliana Brizola e o coordenador de Trabalho e Renda de Niterói e ex-deputado federal Brizola Neto.

Perante o jazigo de Brizola, Lupi promoveu um tributo emocionado para “reverenciar a história do herói da pátria brasileira”.

“Nosso coração está junto do ‘velho Briza’ onde ele estiver. Pela saudade que ele deixa, força da lembrança que ele traz e ideias que não morrem jamais”, comentou, ao mencionar que, por causa da pandemia, 2020 representou o único ano sem a rotineira visita.

Destacando a importância da pré-candidatura de Rodrigo Neves a governador do Rio de JaneiroLupi indicou a articulação para disputar os governos gaúcho e fluminense.

“Romildo Bolzan, governador do Rio Grande do Sul, e Rodrigo Neves, governador do Rio de Janeiro, para resgatar a memória, a história, o compromisso popular e o amor profundo ao povo brasileiro”, projetou.

Simbologia

Rodrigo Neves valorizou a integração do PDT e o potencial que as referências brizolistas representarão na disputada do Palácio Guanabara, sede do governo do Rio.

“Fazer a memória de Brizola é também, além de honrar sua história, pensar na construção do Rio de Janeiro e do Brasil na perspectiva da soberania, da justiça social e da defesa da democracia”, disse.

“São Borja, terra de Getúlio, Jango e fazendo a memória desse grande guerreiro do povo brasileiro, Brizola. Brasileiro que defendeu o Brasil, nosso povo mais humilde. No Rio de Janeiro, construiu uma história extraordinária, o melhor projeto de educação da história do nosso país, os Centros Integrados de Educação Pública”, salientou. (Fonte: Site do PDT).

To Top
%d blogueiros gostam disto: