História

História do São João: Mastruz com Leite, Magníficos, Limão com Mel e Calcinha Preta; a transformação do forró

Montagem de fotos Bandas: Mastruz com Leite; Limão com Mel; Calcinha Preta e Magníficos | Crédito da foto: Reprodução Internet

MASTRUZ COM LEITE

Banda Mastruz com Leite | Crédito da foto: Reprodução Internet

Mastruz com Leite é uma banda brasileira de forró, da cidade de Fortaleza, Ceará fundada pelo conhecida como a ” mãe do forró eletrônico” empresário Emanuel Gurgel. Seu repertório conta com trabalhos próprios e regravações de outras músicas, a banda é considerada a pioneira e criadora do forró eletrônico. O amor, as festas, características nordestinas e as vaquejadas são temas das músicas da banda, que já vendeu mais de 10 milhões de discos em todo o Brasil.

Origem

Tudo começou em novembro de 1990 na cidade de Fortaleza/CE, quando o empresário Emanuel Gurgel, que na época trabalhava com confecções e já tinha uma banda de baile chamada Banda Aquários, resolveu criar um grupo musical que tocasse exclusivamente o forróruz com Leite em Caetité, Bahia, 2001. A banda acumula diversas premiações como discos de Platina, Diamante e Ouro em seu acervo.

Reprodução YouTube

FORMAÇÃO

Atuais vocalistas

Neto Leite (1991–1993; 2007–presente); Ingred Sousa (2014–presente); Renara Santos (2017–presente); Vanderson Araújo (2017–presente); Larissa Ferreira (2018–presente); Mara Rodrigues (2019–presente)

Ex-vocalistas

Canário Reis (1990–1995); Eliano (1990–1994); Marabá (1990–1996); Kátia Cilene (1991–2008); Bete Nascimento (1994–2009); França (1995–1998); Aduilio Mendes (1996–2001); Valdo “Japinha” (1990 – 1991); Tony Silveira (1990–2003); Alberto River (1998–2000); Lucinha Owens (1999) (licença-maternidade de Kátia Cilene); Kiko Salli (2000–2001); Lalá Ferreira (2001–2003); Hebert (2004–2007); Juarez Jr. (2002–2004); Nara Fidélis (2009); Samylla França (2008–2010); Rainer Rylker (2007–2017); Samara Bandeira (2010–2012); Livia Mara (2009–2012); Eryka Meyre (2012–2017); João Filho (2001–2007, 2015–2018); Ana Amélia (2003–2007, 2015–2018); Emanuela Morais (2018–2019)

Ex-Músicos

Sinésio – Bateria (1994 – 2003); Silvestre Costa – Bateria (1997, 2003 – 2006); Uroa – Bateria (2006 – 2012); Jean – Bateria (1992 – 1993, 2008); Bel – Baixo (1990 – 2003); Romero Bass – Baixo – (2009 – 2011); Samuel Bass – Baixo – (2012 – 2017); Genialto – Vocalista e Acordeon (1995 – 1997); Chiquinho do acordeon – Acordeon (1999 – 2009); Thiago Carvalho – Acordeon -; (1999 -2008); Zezinho do Paraíba – Acordeon – (1992 – 2003); Robertinho – Acordeon – (1993 – 1998); Raimundo “Raimundo meu rei” – Guitarra (1993 – 2008); BJ do sax – Sax – (1990 – 1993); Paulinho – Sax (2001 – 2006); Ednaldo Tapeba – Teclado (1993 – 2000); Ivanildo Neves “Indio dos Teclados” Teclado – (2000 – 2008); Fofinho – Teclado – (2008 – 2011); Tiago Sena – Teclado – (2011 – 2018); Valéria – Back Vocal – (1995 – 1998); Patricia – Back Vocal – (1995 – 1999); Adjara – Back Vocal – (1999 – 2008) “In memorian”; Vidia Tavares – Back Vocal -(1999 – 2009); Cleidiane – Back Vocal (2010 – 2012); Fly – Back Vocal (2013)

LIMÃO COM MEL

Crédito da foto: Reprodução Internet

Limão com Mel é uma banda de forró eletrônico do Brasil, formada em Salgueiro, no estado de Pernambuco, em 1993. Atualmente, tem como vocalistas: Diego Rafael e Adma Andrade.

História

Limão com Mel anuncia nova cantora | Portal Forrozeiro

Tudo começou quando Aílton Souza criou a banda baile chamada Talismã. Devido ao sucesso que o forró eletrônico vinha alcançando, ele decidiu transformá-la em uma banda de forró, a qual chamou de “Limão com Mel”. A banda começou em 1993. Seu primeiro LP, foi lançado em 1995, na região de Pernambuco, com a primeira canção de sucesso, “Anjo Querubim”. Em 1996 lançaram seu primeiro CD, onde venderam 100 mil cópias. Sua primeira formação tinha como vocalistas apenas Edson Lima e Ângela Espíndola. Batista Lima e Simara Pires entraram no grupo em 1995, mas não participaram dos primeiros dois discos; somente no terceiro álbum, em 1997, do estrondoso sucesso “De Janeiro a Janeiro”, é que a dupla pôs voz em algumas faixas, a exemplo de “Frente a Frente” e “Loucura de Amor”. O grupo teve seu espaço consolidado no forró. Edson Lima sai da Limão com Mel em 2001 e monta a banda Gatinha Manhosa, deixando seu irmão Batista Lima a frente dos vocais e da direção musical do grupo, com igual sucesso.

Reprodução YouTube

A banda já vendeu três milhões e meio de discos, e tem fãs espalhados por todo o Brasil. Já recebeu vários discos de ouro e de platina.

A Limão com Mel já se apresentou em vários programas de TV, como os dos apresentadores Raul Gil, Hebe Camargo, Gilberto Barros, além de programas como Domingo Legal, Ratinho Livre, Central da Periferia entre outros, e programas regionais de Pernambuco como Muito Mais e Interativo (TV Jornal, afiliada do SBT), Tribuna Show e Pra Você (TV Tribuna, afiliada da Rede Bandeirantes).

Em 2015, Batista Lima se despede da banda depois de 20 anos para seguir Carreira solo. Quem assume a frente dos vocais é o baiano Diego Rafael, que havia entrado na banda em 2012.

Grandes sucessos

Reprodução YouTube

Nesses quase 25 anos de carreira, a banda Limão com Mel já emplacou inúmeros sucessos. Alguns deles são: Um Sonho de Amor, Anjo Querubim, De Janeiro a Janeiro, Não Quero Mais, Pensando Bem, Meu Neguinho, Toma conta de Mim, Ainda é Tempo, E tome Amor, Desejos e Loucuras, Invernos e Verões, Frente a Frente, Vivendo de Solidão, Toda Sua, Dependentes, Esse Amor é Mil, Veneno, Brinquedo de Amor, Um Amor De Novela, Paixão x Paixão, O Espetáculo, Máquina do Tempo, 40 Graus de Amor, Seu e-mail, Pra Sempre, Por Que Não Vê, Deixe O Tempo Passar, Voltei, Viagens E Emoções, entre muitos outros.

Reprodução YouTube

Formação

Diego Rafael: Voz, violão, guitarra e produtor musical; Adma Andrade: Voz; Ary “Bass” Silva: Baixo elétrico e vocais; Thales Milano: Guitarra e violão; Luciano Mel: bateria; Cícero DJ: Teclados; Antonio dos Santos (Thor): Percussão; Renato e Pica-Pau: Sanfona; Laryssa e Thamyrys: Backing vocal

Ex-integrantes

Vocalistas

Ary Silva (1993); Edson Lima (1993-2000); Vânia Belo (2003); Johnny Cortês (2002-2005); Amara Barros (2004-2006); Ângela Espíndola (1993-2007); Simara Pires (1995-2007); Roberta Fiuza (2007); Jeanne Lima (2007-2010); Júnior Ivo (2010); Mel Rios (2010-2011); Mara Lima (2009-2011); Aline Ataíde (2011-2013); Ohara Ravick (2012-2014); Batista Lima (1995-2014); César Salles (2006-2016); Michele Andrade (2014-2017); Kley Donatti (2016-2018); Raphael Marrone (2018-2020)

Músicos e outros

Andressa Lima: Backing vocal (1997-2001); Roberta Karina: Backing vocal (1997-2003); Lobão: Teclados (1995-2006); Carlinhos Papa-Léguas: Bateria (1995-2006); Nil Bass Pimentel: Baixo (2006); Carline Oliveira: Backing vocal (2004-2008); Arnaldo DJ: Baixo (1995-2014); Fabiano Veras: Guitarra (2012-2014); Clodô: Percussão; Lili Bolero: Saxofone e violão; Maurício Guitar: Guitarra; Toninho Bahia: Sanfona [5]

Discografia

Acumula 25 Álbuns de estúdio; 10 Álbuns ao vivo E a Coletânea – Puro Limão com Mel

CALCINHA PRETA

Calcinha Preta é uma banda de forró eletrônico, formada em 8 de dezembro de 1995 na cidade de Aracaju, pelo empresário e produtor musical Gilton Andrade. Atualmente, tem como vocalistas: Daniel Diau, Silvânia Aquino, Paulinha Abelha e Bell Oliver.

Ex-integrantes

Luciana Linhares (1995); Sidney (1995-1998); Alexandre Mello (1997-1998); Márcia Glover (1997-1998); Malba Matins (1997-2000); Rogério Valença (1999-2000); Marilda Silva (1998); Vanessa Berq (2001); Jennifer Martins (1997-2002); Luciana Lessa (2004); Amara Barros (2002); Berg Rabelo (2001-2004); Berg Lima (2000 e 2007-2008); Raied Neto (2000-2008); Cláudio Livier (2008); Mirella Vieira (2009); Ramon Costa (2010-2011); Simone Barreto (2013); Leilane Mapa (2013); Dennis Nogueira (2012-2014); Jobson Mascarenhas (2012-2014); Adriano Sill (2014-2015); Marlus Viana (2004-2005, 2007-2010 e 2014-2016); Michelle Menezes (2008–2009 e 2016); Ana Gouveia (2009-2012 e 2016-2018)

A banda é conhecida pelo seu característico forró romântico, pelos shows super produzidos, figurinos arrojados e pelas inúmeras formações que teve ao longo de sua história.

Grande parte dos sucessos do grupo são, na verdade, versões de clássicos de rock e pop internacional. O romantismo ainda prevalece, sendo a maioria das letras sobre amor e relacionamentos. Uma das marcas da banda é o uso largo da guitarra solo nas músicas, sendo uma das primeiras bandas de forró eletrônico a colocar esse instrumento como elemento principal, ao invés da sanfona.

História

1993-1995: O início e a escolha do nome

Em 1993, é fundada uma banda de baile chamada “Santa Rosa”, a banda era comandada por Ulisses Andrade, primo de Gilton Andrade, que dois anos mais tarde formaria a banda Calcinha Preta. O nome da banda foi escolhido em uma pesquisa com vários nomes incluindo “Calcinha Preta” onde muitas pessoas o aprovaram. Assim, a banda grava seu primeiro álbum em 1995. Seus vocalistas eram Sidney e Luciana Linhares.

1996-1997: O sucesso de “Onde O Sonho Mora”

Em 1996, a banda lança seu segundo álbum, com participação de outra banda de forró, o “Forrozão da Condenada”. Neste disco, veio o primeiro sucesso: “Onde o Sonho Mora”, que fez a banda ficar conhecida em todo Nordeste. O objetivo deste CD foi lançar o Forrozão da Condenada no mercado, mas este projeto acabou não dando certo.

Em 1997, Luciana se desliga da banda e entram em seu lugar Jennifer Martins, Alexandre Melo e, um pouco depois, Malba Martins. Com essa formação a banda grava seu terceiro álbum, intitulado “Arrepiando Com a Galera – Ao Vivo”, que vendeu mais de 250 mil cópias e rendeu a banda o seu primeiro Disco de Ouro

1998-2000: Com a chegada de Daniel Diau, a banda ganha projeção nacional

1998: “A Moçada é Só Filé”

Reprodução YouTube

Em 1998, a banda grava o seu quarto álbum, sendo o primeiro com a participação de Daniel Diau, emplacando os sucessos “Desilusão”, “Saudade”, “É Seu Amor Que Eu Quero” e “Jura Que Me Ama”. Foi através deste álbum que a banda ficou conhecida em todo Brasil. No mesmo ano, Sidney e Alexandre deixam a banda.

A partir daí, a Calcinha Preta passa a se apresentar em programas nacionais como: Programa Raul Gil, Domingão do Faustão e Planeta Xuxa. No final de 1999, Malba retorna do Raio da Silibrina e traz consigo Rogério Valença. Logo depois, Paulinha Abelha é indicada por Daniel e passa a fazer parte da banda. Com esta formação, a banda grava o seu quinto álbum com os sucessos do Volume 4 e também as inéditas “Eu Vim Pra Te Ver”, “Só Você Me Faz Feliz” e “Agenda Rabiscada”.

2000: O sucesso de “Cobertor”

Reprodução YouTube

2001-2007: O Auge

2001: A chegada de Berg Rabelo

No início de 2001, Daniel retorna à banda, juntamente com o recém-chegado Berg Rabelo e assim gravariam seu sétimo álbum, emplacando os sucessos Te Amo, Tudo de Novo, Coração Bobo, Seu Amor é Bom, Te Amo Tanto, Refém e Mulheres Perdidas.

‘A Gente Se Vê Lá’ é um dos álbuns mais bem-sucedidos do grupo, ultrapassando a marca de 839 mil cópias vendidas.

2002: “E O Vento Levou”

Reprodução YouTube

2004: Saída de Berg Rabelo e Entrada de Marlus

2005: Saída de Marlus, gravação do segundo DVD

O DVD Show Histórico

A banda seguiu com o quarteto e, com essa formação, lança seu décimo quarto álbum, intitulado Dois Amores, Duas Paixões, que rendeu a banda um Disco de Platina Duplo.

2007: Gravação do terceiro DVD

O DVD Ao Vivo No Recife vendeu mais de 800.000 cópias, rendendo à banda mais um Disco de Diamante Duplo | Reprodução YouTube

2008-2018: Com a saída de Daniel Diau ocorrem diversas mudanças nos vocais da banda

2008: Saída de Daniel Diau e a entrada de Bell Oliver

2009: Tema de novela, Melhores do Ano, Troféu Imprensa e Prêmio Extra de Televisão

2010: Gravação do DVD de 15 Anos

2011-2013: Nova reformulação no quadro de vocalistas, single “Faço Chover”

Em 2012, a banda lança seu vigésimo sexto álbum, intitulado “Eu Amo Você”. Ana Gouveia deixa

Mars. Em 2013, a banda lança seu vigésimo sétimo álbum, intitulado “Calcinha Preta Premium”.

2014-2015: Retorno de Marlus, Paulinha e Bell

2016: Novo tema de novela e a saída de Marlus, Silvânia e Paulinha

2018: O retorno de Daniel, Silvânia, Paulinha e a saída de Ana Gouveia

Projetos recentes

2020: DVD de 25 Anos

A Calcinha Preta foi uma das primeiras bandas de forró eletrônico a colocar em destaque as guitarras elétricas em detrimento do saxofone, rompendo com a linhagem estilística do forró eletrônico dos anos 90 (defendida por bandas como Mastruz com Leite, Magníficos, Cavalo de Pau, Limão com Mel, etc.) principalmente nos álbuns lançados na década de 2000. A banda também é famosa pelas vozes masculinas agudas, algo que marcou o mundo do forró, pelas versões de sucessos do pop internacional e do rock, pelas letras sensuais e de duplo sentido, e também por utilizar estruturas grandes de palco com muitos efeitos visuais.

Calcinha Preta - Baby Doll - DVD #CP25anos (Ao Vivo) - YouTube
Crédito da foto: Reprodução Internet

Ao longo dos anos, a Calcinha Preta sempre renovou seu quadro de cantores, o que gerou a identificação dos fãs com integrantes específicos ou formações inteiras em diferentes épocas. A banda já vendeu cerca de 12 milhões de cópias.

Ex-integrantes

Ex-vocalistas

Luciana Linhares (1995); Sidney (1995-1998); Alexandre Mello (1997-1998); Márcia Glover (1997-1998); Malba Matins (1997-2000); Rogério Valença (1999-2000); Marilda Silva (1998); Vanessa Berq (2001); Jennifer Martins (1997-2002); Luciana Lessa (2004); Amara Barros (2002); Berg Rabelo (2001-2004); Berg Lima (2000 e 2007-2008); Raied Neto (2000-2008); Cláudio Livier (2008); Mirella Vieira (2009); Ramon Costa (2010-2011); Simone Barreto (2013); Leilane Mapa (2013); Dennis Nogueira (2011-2014); Jobson Mascarenhas (2011-2014); Adriano Sill (2014-2015); Marlus Viana (2004-2005, 2007-2010 e 2014-2016); Michelle Menezes (2008–2009 e 2016); Ana Gouveia (2009-2012 e 2016-2018)

Ex-músicos

Cloves Sena – Guitarra; Gilson Batata “In Memoriam” – Baixo; Alexandre – Guitarra; Chrystian Lima – Guitarra e Violão; Beto Caju – Percussão; Alex – Sanfona; Missinho – Sanfona; Gleiciano “Pé-de-Ferro” – Bateria; Xandão – Bateria

MAGNÍFICOS

Crédito da foto: Reprodução Internet

A Banda Magníficos é uma banda de forró eletrônico criada em 1995 na cidade de Monteiro, no interior da Paraíba.

Com mais de 20 anos de carreira, a banda é uma das mais bem sucedidas no gênero de forró eletrônico e dona de grandes sucessos como: “Me Usa”, “Apaixonada”, “Verdadeiro Amor”, “É Chamego ou Xaveco?”, “Sonhar”, “Carta Branca”, “O Encanto”, “Grande Amor da Minha Vida”, “Cristal Quebrado”, “Tentando Me Evitar”, “Telefone Fora de Área” , “Fonte dos Desejos”, “Frente a Frente”, “Fora de Mim”, “De Bandeija”, “Animal Faminto”, “Essa Paixão Virou Chiclete”, “Só Depende de Nós”, “Ninguém Me Quer”, “Super Herói”, Dentre outros.

Reprodução YouTube

O sucesso da banda de forró romântico resultou em oito milhões de cópias vendidas e certificações por vendas de gravação musical, que renderam vários discos de ouro, um de platina e um de platina duplo. Teve como Formação Clássica: Walkíria Santos, Neno e Luciene Melo onde gravaram os maiores Sucessos da Banda nos anos 1996 até 2000, quando a Banda passou por Reformulações com a Chegada de Sâmya Maia e outros Vocalistas, mas Mantendo sua Essência e seu Sucesso até os dias Atuais. Atualmente a Banda conta nos Vocais: Fernando Frajola e Ohara Ravick

Banda Magnificos | Fotos do artista no Palco MP3
Crédito da foto: Reprodução Internet

Biografia

Tudo começou há quase vinte anos, na cidade de Monteiro, interior da Paraíba, quando José Inácio da Silva (Jotinha), ganhou de presente do seu pai uma pequena sanfona de apenas 60 baixos. Empolgado com o presente, aprendeu as primeiras notas musicais e a tocar alguns clássicos do forró como: Asa Branca e Mulher Rendeira. Contagiados pela música e incentivados por Jotinha, os irmãos Josivaldo, Van e Neno, também aprenderam a tocar alguns instrumentos musicais, passando a animar festas em sítios e salões da cidade. Antes de ingressarem no mundo artístico, os irmãos já trabalhavam aos oito anos de idade, engraxando sapatos, carregando feira em carroça e vendendo picolé. Com quinze anos, Jotinha conseguiu um emprego como menor estagiário no Banco do Brasil de Monteiro-PB. ‘Todo dinheiro arrecadado tinha destino certo: Investir na carreira musical’, informa Jotinha, lembrando que ‘No início, tudo foi conquistado com muito sacrifício e persistência, mas logo as pessoas começaram a gostar do nosso trabalho e o boca a boca fez surgir os convites para apresentações em várias cidades da região’. Com o aumento da demanda, Jotinha deixou de participar como sanfoneiro e passou a administrar o grupo, contratando mais pessoas para fazerem parte do mesmo. Através de pesquisa realizada em um dicionário encontrou a palavra (magnífico) que ajudou a identificar a MARCA de sua empresa. A partir daí surgiu a Banda Magníficos.

Em 1995 a Banda “Magníficos” lançou o seu primeiro CD Independente, intitulado Todo Dia Te Querer, que tinha como carro chefe a música Amor pra Sempre que, devido as dificuldades no início, foi divulgado apenas nas emissoras de rádio da Paraíba.

No ano seguinte foi lançado o 2º CD (Meu Tesão é Você), que fez um grande sucesso em todo o Nordeste e chegou a vender mais de 200 mil cópias, despertando o interesse da gravadora Sony Music, que não mediu esforços para contratar a banda.

Em 1997, já através Da Sony Music, a Banda Magníficos lançou seu terceiro CD intitulado ME USA, e foi premiada com o Disco Duplo de Platina, referente a vendagem superior a 500 mil cópias. Nesse mesmo ano, entra a nova vocalista Luciene Melo, formando junto com Walkyria e Neno o trio de vozes que marcou a banda.

De 1998 a 2003 foram lançados os CD’s: Fonte dos Desejos e Magníficos ao Vivo (1998), Frente a Frente (1999), Magníficos 2000, Tô no Ponto (2001), Ao Vivo & Inéditas (2002) e O Encanto (2003). Nesse período, a banda rompe com a Sony Music, passando a atuar de Forma Independente também a formação de vocalistas passa por uma grande mudança, com a saída de Walkyria em 2000 entram na banda Aduílio Mendes, advindo da banda Mastruz com Leite, e Sâmya Maia, formando assim o primeiro quarteto de vocalistas da banda. Em 2002, Luciene deixa a banda para seguir carreira solo, sendo substituída por Simone Lessa. Em 2003, Aduílio sai da banda e Ery assume o lugar deixado por ele.

Mantendo as suas características, o grupo lançou o CD (É Chamego Ou Xaveco?), que já foi considerado como um dos melhores de sua discografia. ‘O sucesso conquistado ao longo da carreira pode ser percebido nas apresentações, onde o público canta em coro, músicas do primeiro ao mais recente CD’, explica o empresário. Após o lançamento desse álbum, nesse mesmo período, Neno e Simone deixam a banda, e em seguida, Juarez Jr, após ser revelado pelo Mastruz com Leite, passa a integrar o grupo e Sâmya passa a ser a única vocalista feminina da banda até o retorno de Walkyria em 2006.

Em 2005 a banda lançou o DVD “Uma História de Sucesso”, o primeiro da Magníficos, que acabou também sendo lançado em CD. ‘Neste primeiro DVD, a banda apresenta toda a sua trajetória de sucesso desde o início da carreira na cidade de Monteiro-PB até os dias atuais’, informa ele. O DVD – Uma História de Sucesso foi gravado no Chevrolet Hall (www.chevrolethall.com), em Recife-PE, uma das maiores casas de shows do Brasil. O DVD contém imagens e depoimentos inéditos, misturados a coreografias, efeitos, iluminação e muito som, além de uma seleção musical que vai desde “ME USA” a “É Chamego ou Xaveco?” e muitos outros sucessos da carreira da banda.

Reprodução YouTube

Em 2006, a Banda lançou o seu álbum com o título “A PREFERIDA DO BRASIL”. Para esse CD a Banda apostou alto nos ritmos dançantes e vibrantes do forró estilizado e caprichou no romantismo, marca registrada da Magníficos. “O repertório desse novo CD foi escolhido com muito cuidado e carinho, porque é um produto feito exclusivamente para que possamos conquistar novos fãs e atender de forma agradável as pessoas que nos acompanham há muito tempo”, fala o empresário Jotinha, acrescentando que, além das músicas, também foi produzido um show especial da Banda totalmente inovador e inesquecível. O álbum marca o retorno de Walkyria a banda após 5 anos em carreira solo.

No ano seguinte, 2007, a banda lançou o 14° Álbum “Essa Paixão Virou Chiclete”. Tendo como carro chefe do CD, a música de mesmo nome, um agradável som aos ouvidos dos forrozeiros apaixonados, na voz da cantora Sâmya Maia. Para esse ano também foi produzido o Clipe “Essa Paixão Virou Chiclete”, uma super-produção que surpreendeu o meio musical. Só na primeira semana mais de cinco mil pessoas acessaram o site You Tube para conferir o Clipe.

Jotinha que além de administrar é o responsável por toda a produção dos CDs e DVDs, a cada ano pega os fãs de surpresa. Em 2008 lançou o Álbum “Telefone Fora de Área”, apresentando uma mistura de arrocha e forró. Para a produção contou também com a participação de músicos, feras, como Chimbinha, da Banda Calypso, na guitarra e o toque inconfundível do próprio Jotinha, no acordeon. Em 2008, Jotinha também reservou a gravação do 2° DVD da Magníficos, no Chevrolet Hall, em Recife. A festa contou com a presença maciça do público que lotou a casa de show para conferir de perto mais essa super produção, que só a Magníficos proporciona.

Já em 2009 as novidades foram várias, lançou o DVD, gravou o novo hit ‘A Química do Amor’ e contou com a volta de Neno para o Grupo. Além disso, o ano de 2009 marca o início da parceria entre a Banda Magníficos e a Luan Promoções. Agora as contratações e vendas de shows da Preferida do Brasil estão sob a coordenação da Luan, considerada um dos mais importantes escritórios do show business. Atualmente a empresa gerencia bandas como Wesley Safadão, Banda Calypso, Saia Rodada, Capim Cubano, Arreio de Ouro, Bichinha Arrumada e Geraldinho Lins e ainda pelas turnês de artistas nacionais como Bruno & Marrone, Zezé di Camargo & Luciano, Victor & Léo, Roupa Nova, Fábio Júnior, Elba Ramalho, Fagner, Zé Ramalho, entre outros.

Em 2010 a Banda trabalha os sucessos Diamante, Tá na Cara e Vou Chorar e a nova turnê e, em paralelo, com o Projeto O Maior Encontro do Forró, onde reúne as bandas Magníficos, Mastruz com Leite e Limão com Mel.

Para este ano a Magníficos está investindo na produção de um show espetáculo com muita luz, através dos painéis de Led, e vídeo clipes que acompanham as apresentações das músicas. Entre os clipes estão: ‘É Chamego ou Xaveco?’, ‘Essa Paixão Virou Chiclete’ e ‘Telefone Fora de Área’. A Banda lança o MP3 Super Seleção com mais de 100 músicas da Banda. O projeto Forró das Antigas agito a país contabilizando recordes de público por onde passa.

Os hits Homem é Feito Lata e o Primeiro Beijo são lançados como músicas de trabalho. O primeiro é interpretado por Sâmya Maia e o segundo por Walkyria Santos. Fãs aguardam ansiosos pelo lançamento do novo CD. Em 2014 Walkyria deixa a banda novamente. Sendo substituída por Adma Andrade. Em 2015, a banda completa 20 anos de história. Atualmente a música mais tocada da banda nas rádios é Espaços e Vazios, na voz feminina de Adma Andrade que vem abrilhantando a banda.

Em janeiro de 2017, Adma Andrade deixa a banda para integrar a banda Limão com Mel substituindo Michele Andrade.

Em julho de 2018, a vocalista Sâmya Maia deixa a banda e Ohara Ravick assume à frente feminina dos vocais, ao lado de Fernando Frajola .

Discografia

A banda acumula em torno de 15 álbuns em estúdio; 9 álbuns Ao Vivo; cerca de 6 compilações e 3 DVDs Promocionais

Ex-vocalistas

Jotinha: (1995-1996); Neno: (1995-2004; 2010-2014); Walkyria Santos: (1995-2000; 2006-2014); Luciene Melo: (1996-2002); Aduílio Mendes: (2001-2003); Simone Lessa: (2002-2004); Ery Carlos: (2003-2006); Max David: (2007-2009); Juarez Jr: (2004-2012); Adma Andrade: (2014-2017); Gui Torres: (2014-2015); Neto Falaschi: (2015-2016); Sâmya Maia: (2000-2018)

Reprodução Youtube

(Fonte: Wikipédia)

To Top
%d blogueiros gostam disto: