Esporte

Alemanha abandona jogo amistoso contra Honduras por ofensas racistas contra zagueiro

A equipe olímpica de futebol da Alemanha abandonou um amistoso contra Honduras aos 85 minutos, com placar empatado em 1 a 1, após denúncia de insultos racistas dirigidos ao zagueiro alemão Jordan Torunarigha, 23.

Reprodução Internet

A federação alemã (DFB) utilizou sua conta no Twitter para explicar o motivo do abandono da partida. Stefan Kuntz, treinador da seleção germânica, afirmou que “quando um de nossos jogadores é vítima de racismo, jogar não é uma opção”.

A federação hondurenha, por outro lado, alegou, também no Twitter, que houve um “mal entendido em campo”.

Não é a primeira vez que Torunarigha sofre racismo em uma partida. Em fevereiro de 2020, a torcida do Schalke 04, clube da cidade de Gelsenkirchen, o chamou de “macaco” durante jogo da Copa da Alemanha. O zagueiro atuava pelo Hertha de Berlim.

Times europeus têm assumido posturas mais politizadas contra o racismo e a homofobia: na Eurocopa, jogadores britânicos se ajoelharam em campo antes do apito inicial de cada partida e o goleiro alemão Manuel Neuer vestiu uma faixa de capitão com as cores da bandeira LGBTQIA+.

O ocorrido revive as discussões sobre racismo nos estádios, problema vivido por jogadores negros de diferentes nacionalidades. Torunarigha chegou a participar de um documentário sobre a experiência dos jogadores negros em times alemães.

O jogo contra Honduras era o último da Alemanha antes do início da Olimpíada, na qual a equipe, medalhista de prata em 2016, enfrenta o Brasil, atual campeão olímpico, na primeira rodada dos Jogos de Tóquio, em 22 de julho.

(Fonte: BNews)

To Top
%d blogueiros gostam disto: