Saúde

Caio sobre câncer: ‘Ou você lamenta ou você enfrenta’

Comentarista da TV Globo revelou, em suas redes sociais, que está em tratamento contra um linfoma de Hodgkin

Caio Ribeiro está na penúltima sessão de quimioterapia (João Miguel Junior/TV Globo)

O comentarista Caio Ribeiro, de 46 anos, deu mais detalhes sobre seu tratamento contra um câncer, um linfoma de Hodgkin. Em vídeo publicado em seu Instagram, na última sexta-feira (3), o ex-jogador explicou que o diagnóstico foi dado depois do surgimento de um caroço no pescoço. Ele contou que está fazendo quimioterapia e está respondendo bem.

Na segunda-feira (6), em entrevista ao Encontro, da TV Globo, Caio falou que descobriu o caroço durante uma sessão com um fisioterapeuta. O comentarista aproveitou para agradecer a sua rede de apoio, e explicou o motivo pelo qual resolveu tornar o assunto público.

“Fui fazer um alongamento, como sempre faço, e o meu fisioterapeuta percebeu um caroço no meu pescoço. Fui ao médico e descobri o linfoma no início. Estou na penúltima sessão de quimioterapia e tudo está correndo bem. No tratamento, há uma parte da medicina e uma parte nossa, ou seja, a forma como encaramos a doença. Tenho uma família maravilhosa e grande amigos, que têm me apoiado muito. Decidi tornar o assunto público e passar otimismo”, disse.

O ex-jogador, que tem passagens por clubes como São Paulo, Santos, Flamengo, Fluminense, Grêmio e Botafogo, contou que o diagnóstico de câncer o deixou abalado. Mas disse que agora vem lidando de uma forma tranquila.

“A notícia do câncer machuca um pouquinho. Fiquei preocupado, é uma pancada. Eu me perguntei por que comigo, mas ou você lamenta ou enfrenta. Acho que tenho lidado de forma serena. A não ser o caroço, não tive nenhum sintoma. Só procurei o médico porque o meu fisioterapeuta me alertou, aliás, ele salvou a minha vida”, falou.

De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (INCA), o linfoma ou Doença de Hodgkin é um tipo de câncer que se origina no sistema linfático, conjunto composto por órgãos (linfonodos ou gânglios) e tecidos. Esse sistema é responsável por produzir as células responsáveis pela imunidade, além de drenar e filtrar o excesso de líquido do corpo.

O linfoma de Hodgkin pode surgir em qualquer parte do corpo. Em geral, o paciente percebe a presença de linfonodos, que se apresentam como caroços, muitas vezes indolores.  No caso de Caio, o caroço foi percebido no pescoço, mas também pode aparecer nas axilas e virilha. Os sintomas dependem da sua localização, mas podem incluir tosse, falta de ar, febre, cansaço, suor noturno, perda de peso sem motivo aparente e coceira no corpo.

No vídeo em que revela o câncer, Caio mostrou confiança na plena recuperação.

“Eu fui diagnosticado com um linfoma, que se chama linfoma de Hodgkin. A boa notícia é que ele tem 95% de cura e meu corpo está respondendo muito bem ao tratamento. Já estou na penúltima sessão de quimioterapia, estou forte, com a cabeça boa, tenho certeza de que em mais 15 dias isso vai passar”, falou.

O comentarista também ressaltou que uma das consequências do tratamento é a queda de cabelo, o que já começou a acontecer. Mas garantiu que não deseja parar de trabalhar.

“Pretendo continuar trabalhando, estou com energia, com a cabeça boa, mas talvez vocês me vejam um pouquinho mais abatido e mais careca no ar. Mas forte, porque tenho certeza de que a gente vai passar por tudo isso junto”.

(Fonte: Correio)

To Top
%d blogueiros gostam disto: