Política

Zé Trovão para caminhoneiros: ‘Tirem as faixas de apoio ao Bolsonaro’, reagiu após recuo

Após dizer que iria se entregar nesta quinta-feira (9/9), o caminhoneiro Marcos Antônio Pereira Gomes, conhecido como Zé Trovão, voltou atrás. Em novo vídeo, o militante ainda pediu que manifestantes tirassem faixas de apoio a Bolsonaro e afirmou que a luta não é a favor do presidente da República.

Zé Trovão afirmou que ‘ninguém’ foi às ruas por causa do presidente (foto: Redes Sociais)

“Tô aqui de novo tendo que fugir, porque eu queria me entregar, mas ninguém quer deixar eu me entregar. Vamos para as ruas agora, empresários fechem suas empresas, vamos para as ruas, eu conto com vocês”, disse em vídeo compartilhado.

Zé Trovão ainda afirmou que “ninguém” foi às ruas por causa do presidente. “Nossa bandeira não é Bolsonaro, a nossa bandeira é Brasil. O Bolsonaro está hoje no poder, mas amanhã pode não estar mais. Nossa luta não é em prol de partido”, pontuou.

O caminhoneiro, que está no México, pediu que retirassem faixas a favor do chefe do Executivo. “Nossa luta é contra os desmantelos do STF (Supremo Tribunal Federal), contra a corrupção, a bandidagem. Nós não estamos de maneira nenhuma defendendo o presidente Bolsonaro, nem contra nem a favor. As paralisações precisam ter as faixas com o rosto do (ministro do STF) Alexandre de Moraes. Tirem as faixas em que está escrito ‘apoio a Bolsonaro’, tirem essas faixas pelo amor de Deus”, bradou.

No vídeo, o militante também pede aos bolsonaristas que ainda estão na Esplanada que se dirijam ao Senado para exigir o impeachment dos ministros do Supremo. (Fonte: Estado de Minas).

To Top
%d blogueiros gostam disto: