Economia

Ex-diretor do Banco Central assumirá diretoria no FMI

Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil

O brasileiro Ilan Goldfajn, ex-presidente do Banco Central, vai assumir em janeiro de 2022 a direção do Departamento do Hemisfério Ocidental do Fundo Monetário Internacional (FMI).

O anúncio foi feito pela diretora-gerente do órgão, Kristalina Georgieva, nesta segunda-feira (13). Atualmente, o cargo é ocupado pelo mexicano Alejando Werner.

Goldfajn presidiu o BC de maio de 2016 a fevereiro de 2019, indicado pelo ex-presidente Michel Temer (MDB). Atualmente, o economista atua como presidente do conselho do Credit Suisse Brasil. O brasileiro já trabalhou como economista no FMI, de 1996 a 1999.

“Estou deixando o Credit Suisse para seguir a minha vocação que é a de contribuir com a sociedade em um cargo público, desta vez em uma organização internacional. A economia mundial vive um momento muito desafiador, agravado pela pandemia da covid-19, e a oportunidade de colaborar a partir dessa posição no FMI me deixa entusiasmado”, declarou Ilan em nota divulgada pelo Credit Suisse.

O banco confirmou que o economista será substituído por Ana Paula Pessoa, que faz parte do Conselho desde 2018.

(Fonte: BNews)

To Top
%d blogueiros gostam disto: