Saúde

Brasileiro fará parte de grupo da OMS para investigar origem de vírus

Carlos Morel é diretor do Centro de Desenvolvimento Tecnológico em Saúde da Fiocruz. Objetivo será criar protocolo para investigações

A Organização Mundial de Saúde (OMS) divulgou, nesta quarta-feira (13/10), a criação de um painel de especialistas internacionais que investigará as origens de vírus e bactérias, incluindo o coronavírus responsável pela Covid-19.

Entre os 26 cientistas escolhidos está um brasileiro. Carlos Medicis Morel é diretor do Centro de Desenvolvimento Tecnológico em Saúde da Fiocruz. Ele foi presidente da entidade entre 1992 e 1997, e é membro titular da Academia Brasileira de Ciências. O objetivo da equipe será, eventualmente, criar um protocolo global para investigações futuras de patógenos com potencial epidêmico e pandêmico.

A escolha foi feita depois de uma análise de 700 pesquisadores de todo o mundo e, entre os critérios, foram levados em consideração a experiência com o assunto, a disposição geográfica e a diversidade de gênero. O grupo será chamado de Grupo de Conselheiros Científicos para a Origem de Novos Patógenos (Sago, na sigla em inglês), e os nomeados passarão por duas semanas de consulta pública, quando a comunidade poderá comentar sobre a decisão.

“O surgimento de novos vírus com o potencial de despertar epidemias e pandemias é um fato da natureza. O Sars-CoV-2 é o mais novo deles, mas não será o último”, afirmou Tedros Adhanom Ghebreyesus, diretor-geral da OMS.

(Fonte: Metrópoles)

To Top
%d blogueiros gostam disto: