Especial

Projeto para homenagear Santa Dulce com feriado nacional tramita no senado; entenda

A Comissão de Educação vota na quinta-feira (18) um projeto de lei que cria do feriado de Santa Dulce dos Pobres, a ser celebrado anualmente em 13 de agosto. Irmã Dulce foi canonizada em 2019 e tornou-se a primeira santa da Igreja Católica nascida no Brasil.

O projeto foi apresentado pelo senador baiano Angelo Coronel (PSD). O texto original fixava a celebração no dia 13 de março, data de morte da Irmã Dulce, em 1992. Durante a tramitação da matéria na comissão, o autor apresentou emenda para sugerir uma nova data: o dia 13 de outubro. Naquele dia, em 2019, a religiosa foi canonizada pelo Papa Francisco.

O relator da matéria, senador Flávio Arns (Podemos-PR), adota no parecer a data de 13 de agosto. Naquele dia, em 1933, Maria Rita de Sousa Brito Lopes Pontes recebeu o hábito das Irmãs Missionárias em Salvador e passou a adotar o nome de Irmã Dulce, em homenagem à mãe. É em 13 de agosto que a memória da religiosa é celebrada na Bahia.

Autor do projeto, Angelo Coronel esteve no evento de canonização de Irmã Dulce, em 2019. A cerimônia aconteceu no Vaticano, na Itália. A primeira missa à Santa Dulce dos Pobres no Brasil aconteceu dias após a canonização, na Arena Fonte Nova. (Fonte: BNews)

To Top
%d blogueiros gostam disto: