Cultura

Ichu: MCP – Movimento de Comunidades Populares realiza o 1º Festival de Arte e Cultura

O MCP – Movimento de Comunidades Populares de Ichu realizou neste sábado, 27 de Novembro, o 1º Festival de Arte e Cultura com o objetivo de fortalecer a cultura local e os grupos existentes no MCP,além de ser uma contrapartida do recurso recebido do auxílio da Lei Aldir Blanc repassado pelo Governo Federal através da Prefeitura Municipal de Ichu – Secretaria Municipal de Educação, Cultura, Esporte e Lazer.

Abrindo o evento, Lucimara da Conceição Santos deu boas vindas aos membros e simpatizantes do movimento, falando da importância do evento para a comunidade e para todos os envolvidos. Mara da ACTAMARES como é conhecida, falou ainda do desafio que COVID – 19 trouxe para o mundo, resultando em praticamente dois anos parados.

Seguindo os trabalhos, João Carlos agradeceu ao público presente, a Rádio Independente e ao Site Ichu Notícias pela Transmissão, ressaltando a presença de Luiz Ferreira do Sindicato Rural, além de Lenon Borges que é Secretário Municipal de Desenvolvimento Social.   

Ainda em sua fala, João Carlos relatou da importância do recebimento desse recurso do Governo Federal repassado pela Prefeitura e gerido pela Secretaria de Educação, Cultura, Esporte e Lazer  para manutenção dos Espaços Culturais em que o MCP foi contemplado, recebendo em 2021, sendo aplicado na manutenção da sede, na compra de materiais de escritório, de limpeza, pagamento de conta de luz, e na realização de cinco oficinas, sendo Capoeira, Artesanato com Barro, Oficinas de Samba, Bordado com Fitas e Danças, beneficiando mais de 45 pessoas.    

De acordo com João Carlos, esse recurso foi de grande importância para o MCP durante a pandemia da COVID  – 19. João ainda falou sobre o compositor e escritor Aldir Blanc que morreu de Coronavírus em Março de 2020. Após a fala, João Carlos convidou a primeira apresentação que foi de Elmo Carneiro.   

Elmo fez uma breve explanação antes da apresentação, agradecendo ao convite feito pelo MCP, tratando do retorno aos palcos, ressaltando que são dois anos impedidos de viver por conta de um vírus, mas acreditando confiante que a história será reconstruída. Foram mais de vinte canções na voz de Elmo Carneiro levando o público ao delírio.

Após o Shows, Lucimara convidou o público presente para conhecer as obras feitas nas Oficinas. Em seguida houve a apresentação do Mundo Capoeira tendo a frente Sival, Junior e Otávio contando com a participação de mais de 20 crianças. Sival também falou da importância desse Projeto na Área da Cultura.   

A Professora Ivanilda Carneiro fez um Cordel homenageando o MCP e todo povo de Ichu e sua Cultura, lido pela sua irmã Professora Ildenei. Curió da Bahia, outro artista local, apresentou uma poesia em versos.    

Continuando, foi convidado o grupo de dança liderado pelo Coreógrafo Richard Silvestre para fazer a sua apresentação.

Em seguida, o Secretário Municipal de Desenvolvimento Social usou a palavra agradecendo ao MCP por essa atividade, lembrando da sua passagem pelo Movimento quando era criança. Lenon falou do momento riquíssimo que é resgatar a cultura popular. Conforme o Secretário é de muita importância esse momento com idosos, crianças, adultos e jovens.   

Dando continuidade, o grupo de Samba de Rodas Ichuense fez sua apresentação, tendo Ivete como Oficineira.   

Estiveram em evidência a dança clássica, tendo ainda o agradecimento de Richard Silvestre a todos os presentes falando da importância da dança na vida dos jovens.

Para fechar o Festival de Arte e Cutlura João convidou os cantores Antonio Carlos (ACL) e Márcia Geane para apresentação. 

ACL iniciou a apresentação agradecendo a Deus e ao MCP pelo convite, e a todos os presentes fazendo parte dessa cultura ichuense, além de parabenizar a Independente FM em nome de Mateus, Valdir e Emerson.   

Ele falou ainda da importância de Ichu ter uma casa do Músico, uma casa da Cultura pra onde os filhos ichuenses possam mostrar os dons que Deus lhes deu. Infelizmente, é triste a gente dizer, mas Ichu com 57 anos de Emancipação Política não prioriza a cultura do nosso povo, pois somos cheios de artista locais, ressaltou ACL.  

Aqui mesmo esse festival foi um exemplo. Márcia Geane agradeceu o convite feito pelo MCP para estar presente e animou o festival juntamente com ACL.  

O evento foi finalizado com Antonio Carlos, tendo um lanche e o desejo de um Feliz Natal e próspero Ano Novo. (Fonte: AL Notícias).

To Top
%d blogueiros gostam disto: