História

Internado com diabetes, anemia e memória fraca, Holyfield já iniciou tratamento no hospital

Internado no Hospital Municipal de Salvador após ser visto com aparência debilitada na UPA de Brotas (veja aqui), o ex-pugilista Reginaldo Holyfield, de 56 anos, já iniciou o tratamento com medicamentos. A informação foi revelada ao Bahia Notícias pela filha dele, Vivane Pereira.

Quem o acompanhou no local foi uma sobrinha. A transferência para o hospital foi realizada na noite desta terça-feira (10), com Holyfield apresentando um quadro de anemia, pneumonia, diabetes e alteração na próstata.

Nesta terça, uma foto feita pelo jornalista Jorge Araújo circulou nas redes sociais e mostra um Holyfield diferente daquele que os fãs se acostumaram a ver. De acordo com a outra filha, Pamela Catarine, há quatro dias o pai apresentou uma crise de soluço, e está com dificuldades para falar e comer.

A diabetes foi diagnosticada há seis anos, durante a campanha de Holyfield para vereador em Salvador.

Reginaldo Holyfield foi um dos maiores pugilistas baianos da história. Em seu cartel, possui 49 lutas, com 42 vitórias, sendo 33 por nocaute, e sete derrotas.

O boxeador notabilizou-se pela rivalidade implacável com o pugilista pernambucano Luciano Todo Duro, caracterizada por pirraças, trocas de insultos e até brigas com luta corporal em pesagens e programas de televisão.

A história da rivalidade, que terminou com quatro vitórias de Todo Duro contra três de Holyfield, foi contada no documentário “A Luta do Século”, dirigido pelo cineasta baiano Sérgio Machado.

Ele concorreu ao cargo de vereador em 2012 e 2016, e ao de deputado federal em 2018, mas não saiu vitorioso em nenhuma das oportunidades.

Em sua história também há o episódio em que sofreu queimaduras em 40% do corpo, após salvar dois sobrinhos de um incêndio na casa da mãe. (Por Bahia Notícias).

To Top
%d blogueiros gostam disto: