Esporte

Bahia joga bem, mas perde para o Cruzeiro, que dispara na liderança da Série B

Stênio decide, Rafael Cabral salva, e Raposa mantém 100% de aproveitamento em casa; Tricolor cai para o quarto lugar

Vitória nas mãos

Após a expulsão de Eduardo Brock, o Cruzeiro parecia caminhar para o primeiro tropeço, em casa, na Série B 2022. Porém, três minutos depois, Stênio apareceu em campo para definir a vitória da Raposa sobre o Bahia, a 14ª da equipe mineira no campeonato. Se ele decidiu, o goleiro Rafael Cabral garantiu os três pontos, com grande atuação. O resultado do jogo deste sábado, pela 20ª rodada da competição, fez o time cruzeirense abrir ainda mais a vantagem na ponta da tabela. Do outro lado, o Tricolor, que quase chegou ao empate nos acréscimos, perde uma posição, mas ainda segue no grupo de acesso à Série A.

Como fica?

Com o resultado, o Cruzeiro segue ainda mais isolado na liderança da tabela, com 45 pontos ganhos. São nove pontos de vantagem para o Grêmio, segundo colocado, e 16 para o Londrina, que, neste momento, ocupa a quinta posição. O Bahia cai para o quarto lugar, com 34 pontos. Clique aqui e confira a classificação atualizada da Série B do Campeonato Brasileiro.

Superou gastroenterite

Destaque em vitória do Cruzeiro, Rafael Cabral revela que passou mal antes do jogo com o Bahia (clique aqui e saiba mais). Time mineiro teve outras baixas no elenco por causa de quadro de gastroenterite em parte do elenco.

Destaque em vitória do Cruzeiro, Rafael Cabral revela que passou mal antes do jogo (Foto: Flickr Cruzeiro)

“Suspenso” pela torcida

Na chegada ao Mineirão, o técnico Paulo Pezzolano foi carregado pelos torcedores cruzeirenses. O treinador uruguaio cumpriu suspensão e foi substituído no banco pelo auxiliar Martin Varini, no jogo deste sábado.

Pezzolano é carregado por torcedores do Cruzeiro na chegada ao Mineirão (Foto: Reprodução/Redes Sociais)

Primeiro tempo

Cruzeiro foi o dono das ações no primeiro tempo. O time da casa teve três boas oportunidades. A primeira, aos oito minutos, com Edu que recebeu belo cruzamento, mas não aproveitou. Aos 28, em chute de fora da área de Neto Moura. Depois, aos 37, o estreante Bruno Rodrigues quase marcou, assustando o goleiro Danilo Fernandes. O Bahia levou perigo nos contra-ataques. O gol do Tricolor quase saiu aos 18, em lance construído por Daniel. Raí teve uma chance cara a cara com o goleiro Rafael Cabral, que fez a defesa. Aos 30, após cobrança de falta, Daniel bateu em cima de Neto Moura. Aos 44, Davó saiu em contra-ataque e achou Raí dentro da área, mas Rafael Cabral fez a defesa.

Segundo tempo

O Cruzeiro mostrou intensidade desde – literalmente – o primeiro minuto da segunda etapa, quando Bruno Rodrigues recebeu fora da área e tentou o gol. Aos 12, foi a vez de Filipe Machado arriscar de longe, mas Danilo Fernandes salvou. O time mineiro teve Brock expulso aos 18 minutos. Logo em seguida, a Raposa abriu o placar com Stênio. Mesmo em desvantagem numérica, o líder do campeonato segurou o placar com Rafael Cabral, após chegadas de Davó de Rodallega. O atacante ainda teve outra chance aos 35, quando cabeceou para fora. Nos acréscimos, o Tricolor veio pro abafa. Aos 47 minutos, Rodallega acertou o travessão. Já aos 50, o goleiro do Cruzeiro salvou outra oportunidade do Bahia. Daniel cobrou escanteio, Luiz Otávio cabeceou, e Cabral fez defesa espetacular.

Agenda

Na próxima sexta-feira, às 19h (de Brasília), o Bahia recebe o Náutico, na Fonte Nova, pela 21ª rodada da Série B. No sábado, dia 30, o Cruzeiro enfrenta o Brusque, às 11h, no interior de Santa Catarina.

Bruno Rodrigues, atacante do Cruzeiro, em disputa de bola com o adversário no jogo contra o Bahia (Foto: Fernando Moreno/AGIF)

Por Ge

To Top