Polícia

Criminosos usam prova de vida do INSS para aplicar golpe financeiro na Bahia; saiba como evitar fraude

Órgão solicita que segurados não enviem dados pessoais ou documentos pelas redes sociais.

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) emitiu uma alerta para informar que criminosos têm se apresentado como agentes do órgão para aplicar golpe financeiro pelas redes sociais na Bahia. Para aplicar a fraude, golpistas solicitam dados pessoais e fotos de documentos para que não ocorra um suposto “bloqueio nos pagamentos”.

Golpe do PIX: mulher recupera R$ 18 mil retirados da conta por um colega de trabalho após ser enganada na Bahia

De acordo com o INSS, em algumas situações, os criminosos enviam links para que o segurado faça o reconhecimento da biometria facial.

Em caso de recebimento de ligações suspeitas, a recomendação do órgão é que o cidadão desligue o telefone e não forneça nenhuma informação. Se a abordagem for por mensagem de texto (SMS ou via Whatsapp), o número deve ser bloqueado.

Tentativa de golpe financeiro usando prova de vida do INSS — Foto: Reprodução/Redes Sociais

O coordenador geral de relação com o cidadão do INSS, Emerson Pires, destacou que o órgão não trabalha com este tipo procedimentos online e disse que a prova de vida obrigatória está suspensa até o final de 2022.

“É importante destacar que a obrigatoriedade da prova de vida está suspensa até o final do ano. Até lá, nenhum benefício será suspenso. O INSS está trabalhando na implementação desses temas e vai fazer o cruzamento dos dados para que a prova de vida seja automática.

Caso o segurado seja vítima de golpe, a ocorrência deve ser registrada na Ouvidoria do INSS ou pelo telefone 135. Além disso, é necessário comunicar a fraude à Polícia Civil e aos outros órgãos envolvidos.

Contato virtual com o INSS deve ser feito somente pelo site Meu INSS ou pelo aplicativo do órgão — Foto: John Pacheco/G1

Dicas para evitar cair na fraude

  • O INSS nunca entra em contato direto com a pessoa para solicitar dados, nem pede o envio de fotos de documentos por e-mail, WhatsApp ou outros canais de mensagem.
  • O canal digital oficial para envio de documentos é o site do órgão, o Meu INSS, ou o aplicativo para celular. O segurado jamais deve enviar documentos por e-mail.
  • O número do SMS usado pelo INSS para informar os cidadãos é 280-41. O INSS nunca manda links. Apenas informa sobre o andamento dos processos no Meu INSS.
  • A biometria facial deve ser feita exclusivamente pelo aplicativo.
  • Sempre que o INSS convoca o cidadão para apresentar documentos, essa convocação fica registrada no Meu INSS e também pode ser verificada pelo telefone 135.
  • A pessoa deve utilizar apenas os canais oficiais de atendimento para cumprir qualquer solicitação do INSS, seja para agendar um serviço, seja para entregar algum documento: aplicativo/site Meu INSS ou agência da Previdência Social (com agendamento).
  • Quando alguém liga para o telefone 135, o atendente pode pedir algumas informações. Esse é um procedimento de segurança para confirmar a identidade de quem telefonou.
  • Mantenha sempre atualizados os seus dados de contato, como telefone, e-mail e endereço. Isso deve ser feito pelo Meu INSS ou pelo telefone 135.

Por G1 Bahia

To Top