Política

Rui está “irritado” depois que “ Wagner acabou com os planos dele de ser senador”, diz Elmar

Segundo informações divulgadas no site Offnews, o líder do União Brasil na Câmara dos Deputados criticou o governador da Bahia, Rui Costa (PT), por ter usado um vídeo incompleto, em que ACM Neto retira o microfone da mão de um aliado para tentar consertar o equipamento e acaba por entregar um novo, editado e divulgado apenas para mostrar a cena dele pegando o microfone da mão do correlegionário, para produzir desinformação no público de um ato de campanha de Jerônimo Rodrigues (PT).

Segundo Elmar, Rui Costa vive uma espécie de inferno astral desde que o senador Jaques Wagner (PT), cacique maior do partido na Bahia, não permitiu que o atual dono da caneta no estado pudesse concorrer a uma vaga ao Senado Federal.

“Isso tudo que Rui Costa está fazendo é desnecessário, ele está completamente desesperado, desequilibrado; olha o que falta de habilidade e planejamento não faz, é o que levou a tudo isso. Ele quis se afastar para disputar o Senado Federal, mas foi forçado a desistir, e pelo visto isso o deixou bastante magoado e rabugento, ele não era assim. Tudo isso foi porque Jaques Wagner deu um xeque mate nele quando ele escolheu Otto para ser candidato, à revelia do próprio senador do PSD, e queria colocar Leão para terminar o mandato. Wagner, ao tomar conhecimento da situação, teve uma conversa com Lula, viajou para os EUA, e depois que voltou – ele sabe mexer as pedras -, olhou e disse: que negócio porreta é esse, comigo de fora? Não vai rolar, e aí terminou com o sonho do governador”, pontuou Elmar em tom de descontração.

Como mostrou o OFF News, O movimento de Rui Costa foi barrado por parlamentares da legenda, principalmente os deputados federais, que não aceitaram não ter um candidato ao governo da Bahia do PT, com o 13 na urna, e pressionaram Jaques Wagner para emparedar o governador, que, mesmo ameaçando com a caneta, não teve como impedir o plano do senador que é considerado por Lula como “um filho”.

Diante disso, em retaliação ao senador do PT, Rui Costa impediu que o partido escolhesse Moema Gramacho como candidata, que é apadrinhada de Jaques Wagner, impondo o nome do seu secretário de Educação, Jerônimo Rodrigues, que é o atual candidato do grupo.

Apoio

Segundo o deputado federal do União Brasil, outro motivo que deve estar chateando o governador é a falta de apoio ao pré-candidato Jerônimo Rodrigues (PT).

O político aliado de ACM Neto afirma que os Programas de Governo Participativo foram insuflados com ocupantes de cargos comissionados e militantes.

“Ele deve estar chateado também por causa da baixa adesão ao Jerônimo. Veja, basta acompanha as duas pré-campanhas que você nota logo a diferença de uma para outra. Enquanto Neto está rodando cinco municípios por dia, com grandes carreatas, Jerônimo está reunindo três municípios a cada final de semana, tudo isso para tentar lotar os espaços dos eventos, senão não dá gente. É uma campanha sem alegria, forçada, qual o público do PGP? É o pessoal do MST, os cargos comissionados das prefeituras que eles obrigam a ir e membros da classe política aliada, não tem povo”, provocou Elmar Nascimento.

To Top