Política

Zé Ronaldo mostra insatisfação e não vai à convenção do UB

O ex-prefeito de Feira de Santana, José Ronaldo (União Brasil), não compareceu ontem à convenção do União Brasil, que oficializou a candidatura do ex-prefeito soteropolitano ACM Neto ao governo da Bahia.

Zé Ronaldo ficou fora da chapa de ACM Neto

Zé Ronaldo, como é conhecido, ficou insatisfeito com o grupo político após ficar de fora da chapa majoritária. Ele sonhava em ser candidato a vice-governador, mas acabou preterido. Em seu lugar, foi escolhida a empresária Ana Coelho (Republicanos). 

Questionado sobre um possível rompimento com José Ronaldo, Neto evitou falar do assunto ontem. “Sobre a situação de José Ronaldo, efetivamente, é preciso que vocês (jornalistas) perguntem a ele”, limitou-se a dizer ACM Neto, em entrevista coletiva. Há rumores de que o ex-prefeito de Feira de Santana tem conversado tanto com a campanha de Jerônimo Rodrigues (PT) quanto a de João Roma (PL). 

A campanha petista enviou emissários para tentar atrair Zé Ronaldo. Entre eles, está o líder do governo na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), Rosemberg Pinto (PT). Um dos coordenadores da campanha de Jerônimo Rodrigues, o ex-secretário Luiz Caetano confirmou o interesse em ter o ex-prefeito feirense no grupo. “Nós estamos de braços abertos para conversar com ele, para ter ele ao nosso lado. Estamos solidários a ele. É um quadro político que a gente tem que ter respeito”, declarou. 

Roma também mostrou interesse em ter o apoio do ex-prefeito de Feira de Santana. “Ficaria muito feliz com o Zé Ronaldo ao nosso lado até porque ele defendeu o presidente Bolsonaro no debate na última eleição de 2018. E Bolsonaro é quem, de fato, está hoje fazendo inclusive por Feira de Santana, a cidade que ele tem tanto amor, a maior cidade do interior do nordeste brasileiro”, disse Roma, durante entrevista à Rádio Nova Lapa, em Bom Jesus da Lapa. “Zé Ronaldo é uma pessoa de muito destaque, tem relação com todo o mundo político da Bahia, sabe das nossas necessidades”, acrescentou Roma. 

.O ex-ministro da Cidade disse que é lamentável o fato de Zé Ronaldo “ter sido deixado de lado na chapa de ACM Neto” após ter, em 2018, assumido o desafio de disputar o governo estadual após a desistência do ex-prefeito de Salvador. 

“Realmente lamento por ele porque ele acreditou numa promessa e o que se viu ontem foi, mais uma vez, ACM Neto sendo ACM Neto. Como sempre promete e não cumpre. Deixou o Zé Ronaldo na mão, assim como ele já fez com várias pessoas. Assim como também deu a rasteira em Marcelo Nilo e assim sucessivamente”, ressaltou. 

Aliado de Zé Ronaldo, o prefeito de Feira de Santana, Colbert Martins (MDB), minimizou a ausência do ex-gestor na convenção. “Conversamos ontem à noite (quinta), ele Zé Ronaldo, evidentemente, tem os seus momentos. (O ex-prefeito) está dizendo que vai ficar recolhido até terça-feira. Ronaldo tem esse perfil”, pontuou. (Por Rodrigo Daniel Silva /Tribuna da Bahia).

To Top