Economia

Feira de Santana é destaque nacional na geração de empregos

O município de Feira de Santana superou cinco capitais brasileiras em geração de empregos durante o mês de novembro. Dentre as cinqüenta cidades brasileiras que mais abriram novos postos de trabalho formal, a segunda maior cidade baiana ficou na 28ª posição, com a oferta de 1.729 vagas.

Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho e apontam o melhor desempenho da história para esse mês.

Feira de Santana superou as capitais Belém (PA), com 1.687 novos postos de trabalho; Maceió (AL), com 1.512 novas vagas; João Pessoa (PB), com 1.199 vagas; Aracaju (SE), com 1.072 vagas; e Vitória (ES), com 1.007 vagas.

Na Bahia, Feira de Santana supera Camaçari, principal pólo industrial do estado e que gerou 976 novos postos no emprego formal. Supera também cidades de economia de destaque no cenário nacional, a exemplo de Uberlândia (MG), que gerou 1.720 novos empregos; Joinville (SC), com a geração de 1.530 empregos formais; Sorocaba (SP), com 1.431 novas vagas; Santo André (SP), com 1.425; São José dos Campos (SP), com 1.318 vagas; e Osasco (SP), com 1.184 vagas.

Em termos de geração de emprego no mercado formal, São Paulo foi a cidade que mais gerou empregos com carteira assinada no mês de novembro deste ano.

Em seguida vem outras 11 capitais brasileiras: Rio de Janeiro (RJ), com 13.053 vagas; Salvador (BA), com 8.124 novos postos de trabalho; Fortaleza (CE), com 7.110 novos postos de trabalho; Recife (PE), com 6.072; Porto Alegre (RS), com 5.351 unidades; Curitiba (PR), com 5.331 unidades; Belo Horizonte (MG), com a geração de 5.167 novos empregos; Brasília (DF), com 2.963; Porto Velho (RO), com 2.534; Florianópolis, com 2.464; e Natal (RN), com 2.451.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Lidas

To Top
%d blogueiros gostam disto: